quinta-feira, 23 de dezembro de 2010

Crônica - Tudo está como tem que ser

Há muito tempo não se lembrava daqueles tempos.
Tanta coisa aconteceu desde então, que agora não passam de lembranças do passado.
Mas ao chegar aquele convite, Marina viu que muita coisa não tinha mais certeza de ter acontecido. Quem sabe, com o tempo, ficou somente a boa sensação, mas a história real se perdeu em algum lugar. Lapsos de memória.Será a idade? Bom, já não tem mais o mesmo entusiasmo que um dia a levara a ir até São Paulo para aventurar numa festa, mesmo não tendo onde ficar, e curtir com a turma toda até o sol nascer. O entusiasmo que a fez largar o emprego fixo por um sonho na cidade grande.
Enfim, o tempo passou.
E esse convite agora? Como a encontraram?1984. Nossa, o diploma, onde foi parar?No fim, não valeu para nada. Quem era mesmo os formandos? Bom, Adriana, Suzana, Magali, Sidney (ah, ele casou com a Magali!), Eduardo... e quem mais mesmo? Lembrando deles com os mesmos rostos daquela época! Ah, mas será que conseguira reconhecer todos?
No convite apenas a data e local, e os dizeres sobre Encontro dos Formandos do ano de 1984.

Marina deixou o convite e foi para o seu quarto. O dia não foi nada produtivo e encontrava-se um tanto cansada de lutar contra a maré. Tomou seu banho e foi para a cozinha preparar algo para comer enquanto pensava qual teria sido o destino de cada um. Logo depois de formada ainda encontrou uma ou outra amiga. Ouviu histórias de colegas que casaram, formaram, destacaram, e até dos que não tiveram tanta sorte.
Os caminhos se diferenciaram, mas aquele período foi tão marcante, uma fase de EU SOU e EU POSSO.
A rotina toma conta das pessoas.
Enquanto a vida lá fora passa como nos filmes, Mariana vive um dia atrás do outro.

Já passava das oito da noite quando seu marido regressou do serviço. Ainda tinha muito oque fazer para o dia seguinte, e logo após jantarem, ele se dirigiu ao escritório para terminar sua agenda.
Não podia reclamar de sua vida, pois tem tudo oque deseja. Sua própria casa, onde considera o lar no sentido da palavra, pois ali é o seu mundo. Marido carinhoso, mesmo estando sempre atarefado. Sua profissão, que ia de vento em popa. Roupas boas, amigos, vida social, carro novo, economicamente estável.
Mas então, por que diabos esse convite agora?
Dali a 15 dias reencontraria com o seu passado.

Preparou-se para a viagem. Há anos que se distanciara da sua terra natal para desbravar a cidade grande que tanto sonhara. E que hoje vive nela.

Enfim o grande dia. Hospedou-se no  hotel da cidade, e enquanto terminava de se aprontar, sentiu um frio na barriga. Como todos a veriam? Como estavam todos? E como ele está agora?

Ao entrar no salão do encontro, uma bela festa a esperava.
Na recepção, um desconhecido. Seria alguém da turma? Não, muito novo.

Após ser indicada para a mesa reservada, caminhava observando a linda decoração, mais digna de um casamento do que um encontro de formandos.
Chegando à sua mesa, reconheceu suas amigas de ¨matar aulas¨! Abraços e beijos que mataram esses longos anos de distanciamento. E para sua surpresa, na mesma mesa estava ele, Eduardo! Foi estranho cumprimentá-lo, pois percebeu que era um desconhecido! Sim,  um estranho. Sorriu por dentro, aliviada, e reconheceu que tudo não passava da sua fantasia, fantasia de adolescente, que ao admirá-lo na época, o fez um rei que não existia. Coroou-o de méritos que talvez nem merecesse. Mas, naquele tempo, ele era a pessoa perfeita, sem deslizes, sem defeitos. Aliás, pensando bem, nem era tão bonito assim.

Voltou para casa animada, pois rever todos foi muito gratificante.
Seu marido já havia deitado e estava dormindo, o encontro durou mais tempo que imaginava e nem se lembrou das horas passando.
Abraçou-o na cama e deitou-se.
Tudo está certo como tem que estar!
Nada acontece por acaso, e seu marido é o melhor parceiro do mundo!
Dormiu sem perceber, mas com a certeza de que está no caminho certo e que tudo está certo por ter feito a escolha certa no tempo certo! E com a certeza de que amanhã será um novo dia, sabendo que viver a vida depende do que você quer dela.

quarta-feira, 15 de dezembro de 2010

Bullying 2

Continuando um pouco o assunto anterior sobre a campanha contra o Bullying, gostaria muito de frisar também o outro lado da moeda: o agressor.
De que adianta olharmos somente um dos lados, sendo que o outro lado também pode ser evitado?
A mesma coisa acontece com campanhas contra a fome, onde doa-se comida, mas não se dá condições para o cidadão ter um emprego decente que possa viver bem com seu salário.

O importante é saber oque acontece com seu filho, amigo, parceiro.
Algumas crianças são agressores, mas também vítimas, pois em muitos casos, fazem oque fazem por certa carencia afetiva. Pais ausentes, mãe sem tempo para conversar, atenção demasiada somente para um dos filhos, pai machista, mãe liberal, família desregrada etc, podem desencadear na criança um sentimento de querer provar aos pais que também existe, um modo de chamar a atenção mostrando que tem o poder.

Pois é, ter filhos é uma responsabilidade e tanto! Não é fácil.
Formar seu caráter não quer dizer somente falar e falar. Exemplos são oque mais pesam na formação. Demonstre o carinho, de atenção, converse, ouça oque ele tem para contar.

Mesmo se seu filho não sofre bullying, observe se ele não está praticando o bullying.
Essa é a melhor forma de evitar o mal pela raiz.

quarta-feira, 8 de dezembro de 2010

Campanha: Este Blog É Contra o Bullying!

Pessoal, estou fora do ar já há algumas semanas por falta de tempo, mas sempre passo aqui para ver como vocês estão e matar a saudade. Atividades extras me deixaram sem tempo para postar, mas tenho alguns rascunhos que estão só esperando o toque final.
E para dizer que não estou de olho em vocês, mesmo não deixando comentários, entrei hoje e estou passando para frente essa campanha que recebi indicação.




1- Explicar o que é bullying
Teoricamente existe uma explicação.
Eis em minhas palavras:
Bullying é ato de rebaixar um companheiro humilhando com brincadeirinhas, ofensas, frieza, apelidos ou comparaçõe em referência na maioria das vezes à particularidade própria da pessoa. Em alguns casos até com ameaças.
Não há um motivo justo para tal ato, quem sabe para o atacante se mostrar poderoso ou simplesmente por não gostar do jeito da vítima.

A vítima, normalmente uma pessoa tímida, se retrai, sentindo rejeição, medo, falta de confiança em si, descrença até mesmo na vida.

O problema de quem sofre com o bullying é que não conta para alguém. Sofre sozinho no seu mundo, sem achar saída para seus medos. E, como com qualquer problema, quanto mais se pensa, mais aumenta os sentimentos negativos, chegando a sair um pouco da realidade.
Essa semana mesmo no jornal japones apareceu um caso em que a vitima se suicidou, oque acontece frequentemente aqui, e deixou uma carta contando tudo até citando nomes.

2. Contar se você já passou por isso ou não. Se sim (e você estiver a vontade) conte sua historia. Caso contrário expresse sua opinião sobre o assunto

Caso 1
Lembro de minha infancia na fase escolar primária em que me chamavam de japonesa. Por eu ser descendente, tenho características de oriental. Não é nada ofensivo, mas não achava certo. Eu dizia: nasci no Brasil, então sou brasileira! brava. rs. Mas odiava que me chamassem assim. Ficava remoendo o ódio que sentia.
Sem contar inumeras piadinhas que ouvia, principalmente que comia coisas bizarras, como cobra.(Hoje imagino que isso se deva ao unagi )
A hora do recreio vira  e mexe aparecia alguém cantando alguma musiquinha ironica ou falando esses tipos de coisas de japones.

Sorte que eu tinha amiguinhas, e mesmo com raiva danada desses moleques, depois saia para brincar e aproveitar o recreio.

Caso 2
Meu filho entrou na fase da pré-adolescência.
Difícil transição, pois eu mesma ainda o considero criança, me pegando de surpresa quando ele vem com assuntos de 'gente grande'.Ele é "mestiço" (como dizem no Brasil), pois meu marido é loiro de olhos verdes, e eu, descendente de japoneses. Sem contar sua altura, puxou o pai. Por aí dá para imaginar como meus filhos são.
Ultimamente ele tem se sentido diferente, mesmo falando só a língua japonesa, sabe que suas características físicas revelam sua ascendencia.
Passou por uma fase difícil por seus coleguinhas o isolarem ou o ignorarem, sem saber onde era o seu lugar.
Com isso vieram dores de cabeça sem motivo aparente (doença) somado a faltas na escola. Perdeu a vontade de ir para a escola totalmente. Depois de um tempo ele se abriu e descobrimos oque ele estava passando.
A escola preocupou-se com as faltas, e a professora ligava todos os dias, vinha em casa, conversava com ele. Depois dele desabafar com o pai, ficou mais facil para ele falar para a professora. E com isso se sentiu mais confortado (não totalmente pois a fase ainda não terminou ), e estamos sempre de olho nele.
Mesmo falando para ele que ele está um rapaz bonito, ele não se acha. A professora diz que os outros meninos tem inveja, porisso fazem o que fazem.
Para os orientadores da escola, isso pode ser um reconhecimento de IDENTIDADE, pois não está conseguindo assimilar  "brasileiro com coração japones".
Para mim, essa é a fase de identificação, independente de nacionalidade, onde ele terá que descobrir o próprio valor, a fase de estar entre ser criança e adulto, típico da adolescencia.

3. Divulgar o link do blog que deu início a circulação do selo
      Quem deu início:      Blog Efeito Menina
     Quem me indicou: :  Blog JUST A RIDE


4-Indicar mais 6 blogs que você acha que vão aderir a esta campanha.
Pediria para que todos dessem sua colaboração, independente de seguir essa campanha ou não, pois toda forma de alerta é bem vinda. Mas indico aqui quem acho que poderá aderir.


1- Tequila com bobagem
2- Tucano in City
3- Compartilhando idéias com uma mulher de 30 e pouco...
4- Casa da Satie
5- Chá das Cinco
6- Lost in Japan


Minhas palavras

* A pessoa que sofre Bullying nem sempre é criança. Um adulto também pode estar sofrendo com isso.
*   Dentro de casa também pode estar acontecendo.
*   Procure sempre observar o comportamento da criança. Dor de cabeça, dor de barriga sem diagnóstico preciso, é um grande sinal.
*   Muito cuidado ao denominar o bullying! Não é o caso de uma diferença de opiniões que a criança está sofrendo com o bullying.
E mais: os  pais devem conhecer os próprios filhos. Fico abismada com pais que acham que seus filhos são uns anjos, quando a verdade não é bem assim. Quando meus filhos vêm para contar oque um amiguinho aprontou com ele, primeiro pergunto oque foi que ele fez antes, para saber se não houve mal-entendido.
Aqui no Japão há muitos casos que chegam ao suicídio por isso. E também muitos casos em que os brasileiros que tem filhos estudando em escolas japonesas acham que seus filhos estão sofrendo o IJIME, mas mal tem tempo de dar atenção dentro de casa para eles, nem frequentam as reuniões periódicas da escola, quando, no fundo, eles estão apenas em fase de adaptação.
Esses pais agora podem ver que no Brasil também há o Bullying, que não é coisa só do Japão.

Todos nós passamos por experiencias que nos fizeram a pessoa que somos hoje. Alguns traumas nos fazem cuidar dos filhos para que não sofram oque sofremos. Mas se eles não passarem por certas experiencias, não conseguirão se dar bem na fase seguinte. Não é passando a mão na cabeça deles que eles serão grandes, pois lá fora, quando eles estiverem enfrentando o mundo, nem sempre haverá os pais por perto. Porisso, melhor que fazemos é prepará-los para enfrentar o mundo socialmente!

PS.: Seu filho pode não estar sofrendo mas pode ser o que está fazendo. Preste atenção nesse lado também!
A Campanha está aberta para todos que queiram participar!

Bjos

sexta-feira, 3 de dezembro de 2010

Post estranho

Eis-me aqui, finalmente! rs
Perdoem-me a ausencia, mas sempre que podia, estava aqui para ver as novidades rapidinho.
Aqui estou para esclarecer o post anterior! rs.
Na verdade, não era um post!
Fiz cadastro no formspring onde fazemos perguntas, qualquer pergunta, e os amigos que estão na lista respondem.Quando fiz o cadastro da primeira vez, não consegui enviar perguntas, e acabei deixando de lado. Depois que vi que novos amigos também usavam, fui la mexer de novo e consegui fazer funcionar. Ele pode entrar em outras varias redes sociais, como facebook, twitter, blogger, etc.
Nessa de mexer, adicionei o blog. Como não conhecia muito bem, fiz duas perguntas para testar e acabou entrando no blog.
No fim, quando percebi, ja havia comentários, e achei chato retirar o post (que ficou so como título!rs).
Mas no final achei muito legal o pessoal ter dado retorno! Quem sabe, uma nova forma de interagir com os meus amigos seguidores.
Obrigada por passar aqui!
Volto com mais calma, para posts novos.

Bjos

domingo, 7 de novembro de 2010

Oque sai da boca

O stress do dia-a-dia nos pega de um jeito que não conseguimos controlar nossos sentimentos.
Às vezes nos pegamos praguejando algumas situações que está acontecendo, descontrolando nossos sentimentos, alterando nossa voz, deixando nossas emoções um tanto transtornados.
Tenho estudado muito sobre isso.
Nessas horas, às vezes acabamos magoando pessoas amadas, sem conseguir frear esse sentimento, assustando quem ouve de fora, sem entender nada.
Oque de pior acontece é que para explicarmos nossos sentimentos, falamos e expressamos muito essa raiva, aversidade, indignidade com o ocorrido. E, para você que está menos avisado, isso faz com que inflamos mais e mais esse sentimento!
Nada pior que isso!
Volte a fita uma vez! E veja lá trás que, quando você falava, contava oque aconteceu, seu coração também se alterava, dando razão às suas palavras pois você colocava tanta emoção nas palavras que isso parecia estar acontecendo novamente diante de seus olhos!
Mas...lembre-se quando você contava algo bom, maravilhoso que aconteceu. Isso te enchia de amor, carinho, fazia até seus olhos brilharem enquanto relatava. Seu peito se enchia tanto, tanto que seu coração parecia explodir de tanta felicidade!

De tudo me fez pensar que ¨oque sai da boca¨ realmente tem uma força incrível!
E quanto mais você fala, mais seu coração, sua alma se enche desse sentimento.
Então, pra que ficar falando, comentando toda hora um fato negativo que não vai mudar muito seu presente(pelo contrário, vai te deixar carrancuda, mal-humorada, cheia de rugas), mas que se for positivo vai te deixar mais sorridente, feliz?

Isso vale também quando se fala mal de uma pessoa.
Ainda sou do time que pensa que se não agrada, melhor afastar! Não adianta ficar falando mal, mas na frente ficar ali, paparicando, agradando, se fazendo de amiga.
Existem casos em que nos enganamos, e justamente essa convivencia neutra pode te fazer mudar seus conceitos sobre a  pessoa, conhecendo-a melhor!

A energia que desprendemos nos nossos sentimentos bons ou ruins, podem nos trazer um estilo de vida que desejamos ou não.
Oque sai da boca se transforma em energia pelo seu sentimento! A emoção que colocamos nas palavras se tornam energia! Então vamos falar coisas boas, bonitas para emitirmos energia positiva ao nosso redor e atrair coisas boas para nossa vida!

Chega de reclamar, resmungar, brigar, lamuriar por coisas que, no fundo, nós mesmos atraímos.
Palavras são palavras... mas podem destruir como podem construir!

Sorria sempre! Isso faz bem para o seu coração e para quem está ao seu lado, além de atrair muita coisa boa e ser um caminho para as boas palavras que sairão de sua boca!



Palavras geram pensamentos que geram sentimentos.
Cuide bem de suas palavras!
Oque sai da boca com certeza vira energia.

sábado, 30 de outubro de 2010

Idéias que dão certo

Hoje deu um tempinho para vir aqui e blogar.
Na verdade, sem assunto específico, fico aqui visitando os blogs com posts novos quase todos os dias, fazendo comentários lá, ou até mesmo só passando.
Quando comecei esse blog, fiz mais para mim mesma, tipo um lugarzinho de desabafo e pontos de vista, além de exercitar o português, pois sempre gostei de escrever. Não me preocupava muito com seguidores, apesar de pouco a pouco ir incluindo na minha lista blogs que achava interessante. Mas era para MIM seguir, para mim saber quando tinha algo novo lá.
Entre clics de um blog para o outro, conheci um que fiquei fã! rs. Na verdade, nem conhecia quem era a blogueira, foi pelo modo de escrever, os assuntos, o cuidado no visual do blog meigo, ou seja, simpatia.
E me dei a liberdade de comentar timidamente seus posts no começo, e para minha surpresa, ela também começou a me seguir!
Com o tempo, lendo post antigos e tal, vi que já conheci ela pessoalmente (não intimamente!) pelo trabalho que fazia na tv, pela Record Internacional! Pensei comigo: nossa, mas ela está diferente! rs. É, na época ela estava loira! rs. Até já fui entrevistada por ela num workshop sobre motivação que o Instituto Napoleon Hill veio fazer aqui no Japão e eu estava lá como staff.
Como não sou assinante desse canal, só a via de longe nos eventos trabalhando.
E só há pouquíssimo tempo descobri que ela tem um programa na rádionikkey aos domingos.
Mundo pequeno? Sim, muito pequeno!
E nessas de ler os posts antigos dela, também aprendi algumas coisas sobre blogar.
Nesses ultimos dias ela fez um post que gerou uma lista de #coisinhas# que uma blogueira deve saber, para que não deixe seus seguidores decepcionados.
Esse post gerou alguns outros itens comentados pelas suas seguidoras, que ela fez questão de incluir com o tempo, e no final, como achei que ficou uma perfeita aula de boas maneiras, sugeri um selinho para que suas seguidoras que gostassem colocassem também em seus blogs.


A idéia foi aceita e aí está, e para não deixar de ser como sempre, muito chic! rs.


Leia o post dela e veja que vale a pena passar para frente!  

Não são regras, mas uma forma de você se relacionar bem com pessoas que te seguem com carinho!

Na verdade não sou muito de selinhos, já ganhei vários, mas não achei uma motivação para colocar, a única que uma vez coloquei foi dela também, mas com as mudanças de templante, não encaixou mais.

Leiam, pensem, e se acharem que vale a pena, pegue o selinho! Ela pede que informem onde adquiriu esse selinho, tá?

Flávia, obrigada por citar os créditos da questão que coloquei e sobre a idéia do selinho!

sexta-feira, 22 de outubro de 2010

Vampiros e Vampirismo



Vejo o pessoal falando muito sobre vampiros ultimamente. Será que o Hallowen está influenciando?
São comentários sobre filmes, livros e até mesmo oque a imaginação manda.
Lembrando de alguns filmes que assisti, alguns se rebelam e tentam viver como humanos normais. Ou seja, não é fácil ser um vampiro! Viver eternamente, mudar de endereço sempre que o perigo de ser descoberto aparece, amar um humano, ver amigos morrerem enquanto você vive eternamente. Não poder ver a luz do sol! E ainda mais ter que se sustentar com o sangue humano! É, vampiros também são seres que precisam sobreviver com algum alimento!

Bom, deixando a fantasia de lado, acredito muito no vampirismo!
Tudo aquilo que suga sua energia, para mim é como o vampiro sugando o seu sangue e o leva a definhar.
Pode ser uma pessoa viva mesmo! Uma pessoa que tem inveja de você, que te faz sentir inútil, que te pede coisas impossíveis, que te deixa no fundo do poço, que te faz sentir um verme, etc.
E também pode ser uma energia do outro lado desta vida! Desânimo, infelicidade, sensações de tristeza e inutilidade, depressão...


Mas o pior disso é que muitas e muitas vezes somos os próprios culpados, somos nós mesmo quem atrai isso tudo.
Difícil imaginar que agente queira mal a si próprio, mas acontece sim!
Quando temos dó de si, começamos a pensar negativamente. E esse pensamento de "coitadinha de mim" é
 o princípio de tudo!
Cansaço é um sinal de que o processo pode começar. Desânimo é o primeiro sintoma. E quando você não vê mais brilho nas coisas, não consegue arrumar ou organizar suas coisas, começa a transparecer em sua aparência. Veste-se mal, pois tanto faz, ninguém vai perceber mesmo! Não se cuida, afinal, pra que? Gorda, e daí?

Tudo pode acontecer e desmoronar, mas também pode dissipar quando uma pessoa que você admira te dirige a palavra!
Sim, não precisa ser nenhuma celebridade, mas a pessoa certa na hora certa!
Só que não faz efeito se você não estiver na sintonia de querer mudar.
A sintonia faz com que você se conecte com a energia que deseja.
Parece impossível, principalmente quando tudo parece conspirar com os seus sonhos! Impossível sair da má vibração, pois você sofre tanto, tanto, que não vê razão para fazer força para isso.
Mas quanto menos se espera, alguma coisa reage dentro de você! E te sacode mais do que uma bofetada no rosto. E a luz do sol começa brilhar no céu de azul infinito.

A hora certa, a pessoa certa, o lugar certo.
Não há data, agenda, nem aviso para que tudo isso aconteça, mas acontece!




Desabafo musical

Hoje estas musicas dizem como estou.
                                                        E refletem um pouco do que estou pensando.







Ah! Se o mundo inteiro me pudesse ouvir
Tenho muito pra contar
Dizer que aprendi
E na vida a gente tem que entender
Que um nasce pra sofrer
Enquanto o outro ri
Mas quem sofre sempre tem que procurar
Pelo menos vir a achar
Razão para viver


Ver na vida algum motivo pra sonhar
Ter um sonho todo azul
Azul da cor do mar


Azul da cor do Mar - Tim Maia.
                                        

                                                       A razao para viver! Enquanto uns ganham, outros perdem... E tudo que vivi e aprendi, oque significou?





Não posso compreender
Será que errei na mão
As coisas são mais fáceis na televisão?
Mantenho o passo, alguém me vê  Nada acontece não sei porque
Se eu não perdi nenhum detalhe
Onde foi que eu errei?



A Fórmula Do Amor - Leo Jaime

                 Agente faz tudo certinho, como manda o figurino! E ??? E ???? Nada Acontece!!!!








Quem sou eu e quem é você Nessa história eu não sei dizer
Mas eu acredito que ninguém Tenha vindo pro mundo a passeio

De onde se vem pra onde se vai Só importa saber pra quê (pra quem)
Pois o destino transforma num dia Um menino em herói de TV
Um dia a gente se encontra No meio do mundo
Depois a gente se perde No meio do mundo
E enquanto a gente pensa Que já sabe de tudo
O mundo muda de cena Em menos de um segundo



Rock Estrela - Leo Jaime
                   
                     Somos todos marionetes? Quem somos nós? E esse destino que nos põe em situações que nem sempre desejamos? Quem comanda o leme desse barco?



VOCÊ VAI DE CARRO PRA ESCOLA E EU SÓ VOU A PÉ
VOCÊ TEM AMIGOS À BEÇA E EU SÓ TENHO O ZÈ
PRA CONSOLAR, AS TARDES DE DOMINGO
QUE EU PASSO A SOFRER SONHANDO EM TER
UM CARRO CONVERSÍVEL PRA VOCÊ ME QUERER
QUANTAS NOITES EM CLARO EU PASSEI TENTANDO TE ESQUECER
QUANDO À NOITE EU CONSIGO DORMIR EU SONHO É COM VOCÊ
A ME DIZER
PRA NÃO TER ILUSÔES QUE ENTRE NÓS NÃO PODE SER
E É MESMO ASSIM ,NEM MESMO NO MEU SONHO EU POSSO TER VOCÊ PRA MIM
EU TENTEI NAQUELA FESTA ,VOCÊ FUGIU DE MIM

E EU PENSEI A VIDA NÃO PRESTA
ELA NÃO GOSTA DE MIM (A vida)


A vida nao presta - Leo Jaime

                         Se eu não estiver conforme o figurino, então estou fora da jogada? Se eu não tiver status, quer dizer que não valho nada? Minhas tentativas são inúteis para conquistar o mundo?  De que adianta sonhar tanto com a vida que desejo, se ela não me deseja?



Bom,  esse post fiz na segunda-feira. Já deu para perceber que não estava nos melhores dias.
Mas percebi também que não era só eu. E como já estava pronto, hoje resolvi postar!


                        

quinta-feira, 14 de outubro de 2010

Liberado!

Há alguns dias atras, recebi um aviso de um amigo dizendo que o antivirus dele acusou um malware no meu blog, e que vinha redirecionado por outro blog que eu sigo.
No dia seguinte, mais um amigo me avisa a mesma coisa!
E lá vou eu,  tentar entender um pouco de virus, trojans, malware, spyware, etc.
Um pouco de noção agente até tem, mas na hora que acontece com agente, aí aperta!
Tenho  antivírus sim! E não sei por que não me avisou. E o pior: é pago!
Mas...em todo caso, o mal já tava implantado mesmo, o jeito é reverter a situação, pois é muito chato ver seu blog sendo usado para maldade e afetando os nossos amigos!
E deleta daqui, deleta dali, faz isso, faz aquilo, entra no site, scanea, relatorio disso, daquilo... e nada...

E nesse meio tempo, esses amigos me dando força dando dicas e sites onde eu possa encontrar a solução!

Até que hoje,abrindo o mail, eis o @Tucanoincity me enviando mais uma ajuda que conseguiu no site,
e o @mauj77 me envia um mail dizendo que havia sobrando em um lugarzinho o link desse blog!
Enfim! Acho que deu certo!

Obrigada a vcs pela ajuda!
Acho que agora estou liberada! rs.

domingo, 10 de outubro de 2010

Malwere

Ola, pessoal, Peco que nao entrem por um tempo no meu blog,
estou com um problema, esta com um MALWARE redirecionado por outro blog que estava seguindo.

Pode ser que vcs tambem sejam infectados e acabem espalhando para seus seguidores.
So descobri pq um amigo qdo entrou, o antivirus dele detectou, e eu mesma ainda nao tinha percebido nada.
Passem o antivirus, para ter certeza de que nada tenha acontecido!
Desculpe o transtorno!
Obrigada.

quinta-feira, 7 de outubro de 2010

Reconhecer

Sabe aquela situação que te deixa de baixa, com a estima lá no pé? Tem dia que mesmo que não tenham feito nada demais, nos sentimos o pior verme do universo...

E tem também pessoas que nos fazem mal.
São pessoas que só pelo fato de estar ali já deixa uma sensação de que estamos no lugar errado...

Não fazem nada para gente, pelo contrário, são sempre simpáticas e atenciosas.
E para todos são assim.

Então...oque é isso que me deixa assim sei lá como?
Como sendo uma pessoa que me faz mal, resolvi cortar relações, mas sem magoá-la, claro! Simplesmente deixando de frequentar ou de estar perto dela. 
Afinal, ela não tem culpa de ser assim, nem sabe que me faz mal seu jeito.

No fundo, é o meu complexo de inferioridade, e até mesmo a tal da inveja que está se manifestando!
Mas estou aprendendo muito a lidar com isso, e até mesmo a reconhecer essa minha falha!
Bom, ciúmes agente tem mesmo, isso já pesquisei.rs.
Ciúmes de que alguém aproxime de sua amiga, ciúmes do livro, da família, maridão, etc.
E tudo tem sua dose certa, para não ser ridículo e nem cair em armadilhas de cegueira.

O primeiro passo é reconhecer essa pequena falha, para que não soframos por nada.
E  o próximo passo é aprender a ser mais livre, sem se comparar ou deixar que te atinjam .
E assim seguimos para a evolução interior!

quarta-feira, 6 de outubro de 2010

Ahhh, quem me dera!

Ahhh, quem me dera!
Quem diz que dinheiro não traz felicidades, esqueceu de dizer que ele é essencial para se ter uma boa vida. Tendo uma vida melhor, você pode ser mais feliz, e fazer outras pessoas felizes!
Tendo condições, você ajuda até quem não gosta, pois não precisa se preocupar com o retorno, apenas a satisfação de estar fazendo o bem!
Quando não está fazendo falta, dá até para doar para as tais igrejas que te cobram 10% de ajuda do seu salário por um cantinho no céu.
Mas o melhor de se ter dinheiro é poder fazer as coisas sem ter que pensar se vai fazer falta no fim do mês.
Além de poder ajudar quem precisa, sem ter que passar por apertos!
Nada de excentricidade, apenas a parte que te é de direito,o de viver sem preocupações.
Na hora que precisar comprar, compra e pronto!
Então...por que isso tudo?

terça-feira, 5 de outubro de 2010

Memória

Estranho quando falam de certos assuntos e eu fico de fora ¨boiando¨!
Antigamente, me orgulhava de ter uma memória invejável. Lembrava de casos, nomes, períodos e algumas datas de acontecidos.
Mas em relação a filme, já me sinto perdida! Lembro da estória, mas mal lembro do nome do personagem, muito menos dos artistas (salvos os famosos), quem dera lembrar do diretor ou música! As vezes nem lembro o nome do filme!!!rs
Fiquei pensando que pelas contas, meu cérebro não consegue mais receber informações novas, por isso, não consigo fixar certas informações.
Bom, acho que não é bem por aí...
Existe em nosso cérebro um filtro que automaticamente seleciona oque importa e oque não importa. Ou seja, oque não é importante, vai para a ala Temporary (como no pc), e oque é importante, acaba indo para o programa central.
As vezes deixamos escapar algo importante! E vem o pânico! Por que deixei passar isso?
Muitas vezes ocorre por não termos assimilado corretamente, e não ter dado a devida importancia. Ou seja, entrou por um lado e saiu por outro! Na hora em que ouvimos, foi um ouvir superficial.
Mas já tentei prestar atenção em coisas que quanto mais prestava atenção, menos entrava na cabeça!rs.
Aí danou-se!
É que nessa hora, tentamos assimilar as palavras, e na maioria das vezes muitas coisas assimilamos por associações enquanto ouvimos.
Nosso cérebro é uma máquina incrível!

sexta-feira, 24 de setembro de 2010

O Sabor da Mamãe

Na correria do dia-a-dia, preparar a refeição para a família é uma maratona principalmente para quem trabalha fora.
Hoje vemos muitos jovens tanto homens como mulheres que moram sozinhos e aprenderam a mexer nas panelas. Digo que seria muito mais fácil comprar no konbini, mas optaram por fazer sua própria refeição!

Mesmo assim, muitas mães não se acanham em dizer que pegam marmitas de bentoyas brasileiros por chegarem muito tarde em casa, e que, realmente, é uma judiação deixar as crianças morrerem de fome ate terminar a janta, que no final, acabam se esbaldando com as delícias que são os salgadinhos ou similares que somente tapeam o estômago e pode até acarretar prejuízo à saúde.

Uma vez minha mãe disse que um filho fica maravilhado quando vê a mãe preparar uma guloseima!
Parei para pensar nisso, e voltando ao passado, relembrando minha infância, quando ela preparava um bolo, o almoco caprichado de domingo,aquele bolinho de chuva, o nhoque, o natal e ano novo, era uma festa! Até mesmo a pipoca tinha um sabor especial!
Mas melhor que isso era o tempero da mamãe!
Hoje, tanto tempo longe dela, bate a saudade da comidinha e tento tanto fazer como o dela, mas não consigo!

Mesmo tendo tantos motivos para pedir comida pronta, ainda acho uma pena que os filhos não tenham o privilégio da comidinha da mamãe.
Fico pensando naqueles momentos da minha infancia, juventude. E que os filhos de hoje são os poucos que terão o essa boa lembrança, o verdadeiro sabor da comida tradiconal de sua família! E claro, muito mais saudável!

Fazer a criança participar na elaboração dos pratos também é uma lembrança que não tem preço.
Sem contar que no futuro, a criança não passará apertos na cozinha.
Hoje uma criança já nasce num Mc Donald's.
É uma pena que esses valores estejam se perdendo.

お袋の味!

segunda-feira, 20 de setembro de 2010

Auto elogio

Fiz alguns treinamentos que exigiram de mim um esforço inacreditável!
Uma coisa que não sou de fazer é o tal do auto-elogio. Me dá uma certa impressão de egoísmo, narcisismo, convencimento, sei lá!
Até mesmo o elogio exagerado para quem quer que seja parece um puxasaquismo.

Por que será que é assim tão difícil?

Você está linda hoje!
Que roupa linda você está usando!
Você é uma pessoa maravilhosa!
Que corajosa você é!
Tenho orgulho de você!
Que pessoa linda você é!
Te admiro muito!
 Você é adorável!
Como você é dinâmica, prestativa!
As vezes essas frases parecem banais, mas difícil de dizer para si mesma. Frases que podemos até falar para uma pessoa que acabamos de conhecer, mas não para quem viveu a vida toda junta.
Sei que tenho muitos paradigmas para superar.
E estou aprendendo!
Sei que vou conseguir fazer isso naturalmente, todos os dias, me sentindo assim, não apenas falando da boca pra fora.

Por isso, eu sou PODEROSA!

sábado, 18 de setembro de 2010

Que isso? Me poupe!

Li no Internacional Press dessa semana uma matéria sobre Mutirão de Limpeza que uniu brasileiros de várias associações para trabalho voluntário em Gifu/Minokamo! Que isso?


Matéria está só promovendo entidades socias (igrejas)! Trabalho vonluntario de limpeza? Faço isso sempre que requisitado pelo Jijikai que pertenço!

Oque esta matéria me mostra é que o brasileiro não sabe oque está fazendo! Ou melhor, não sabe de suas obrigações dentro do seu próprio bairro! E agora quer se mostrar samaritano? Me poupe!

Quantas e quantas histórias de mães que dizem se preocupar e amar seus filhos, mas na hora de fazer o Hattatouban, que visa a seguranca de seu filho na hora de ir para a escola, arrumam a desculpa de que não pode faltar ao serviço, ou até mesmo dizer que é mendokusai isso, so para não ter que colaborar para com a comunidade?

Para seu governo, todo bairro tem o Jijikai, que é como uma associação de bairro. Essa associação está ligada a prefeitura, que visa manter a ordem e segurança de cada bairro. Todo ano é elegido um voluntário para o cargo, que se subdivide em grupos de residencias, para distribuir os panfletos referente a comunidade, receber as semestralidade, organizar os mutirões de limpeza e checagem de mangueiras dos bombeiros existentes em sua area residencial. Ou seja, SUA SEGURANÇA!

O Hattatouban é outra atividade do KODOMOKAI, as famosas bandeirinhas, que um dos pais fica para ajudar as crianças a atravessarem certos cruzamentos perigosos do trajeto até a escola.
O kodomokai é uma associação que visa unir as crianças em faixa escolar primária, organizando atividades comemorativas, treinamentos, entrosamento entre as próprias crianças, sem falar na colaboração dos dias de recolhimento de material reciclável como jornais, papelão e revistas, no qual o fundo angariado retornará para a própria criança.E mais: no dia a dia, o kodomokai está presente para que seu filho chegue a escola com segurança! Todos os dias, os encarregados estão lá, observando seu filho e todos que passam pelo mesmo caminho se estão andando corretamente na rua, se não há acidentes com as crianças.
Tudo isso feito por VOLUNTARIOS! Não pagam 1 yen para isso!

Ja precisei do Jijikai para resolver alguns assuntos, e digo: fazem o máximo possível para te ajudar!
E fico aliviada ao saber que meus filhos estão indo para a escola com segurança.

E agora vem essa! União de brasileiros de várias associações? Aahhhh, faça-me o favor!
Olhe à sua volta primeiro!
Muitos nem sabe o trabalho que dá quando deixam seus sacos de lixo misturados com materiais recicláveis ou deixam em dia e local errado! Não sabem que existem o seu dia de ir lá limpar a estação de lixo, até mesmo o seu dia de colaborar com a separaração e organização do dia de lixo reciclável!

Pelo amor de Deus, ME POUPE sr internacional press e entidades sociais que se mascaram!

quarta-feira, 8 de setembro de 2010

layout

Mudei de novo pois deu probleminhas em alguns itens. Logo encontro o perfeito! bjos

Loucura ou realidade?

Há tempos venho notando como o ser humano se comporta.
Muitos são bem ativos enquanto outros muito calmos e cordatos até demais para o meu gosto.
Mas dentre eles, existe uma legião que se comporta de uma maneira extremamente fora da realidade!
São os que adoram se exibir, falar de si mesmo, contar vantagens impossíveis, e se fazem de amigos querendo te ajudar ao mesmo tempo mostrando sua superioridade.

Uma ex-funcionária da empresa vive se gabando do seu diploma de psicóloga. Não sei por que cargas dagua está trabalhando numa fábrica. Anda sempre pomposa, cheio de auto-confiança. Quando está no carro de transporte de funcionários, adora usar o celular e fala como se não tivesse mais ninguém dentro da condução conversas que ninguém quer escutar.
No trabalho, já conseguiu conquistar a antipatia de todos, fazendo-se de vítima quando a paciência do parceiro se esgota.
Numa dessas, ela teve a coragem de dizer que uma outra funcionária estava querendo matá-la dentro do carro, quando a mesma provocava com olhares de desdém e superioridade. Chegou até a ir à polícia para registrar queixa, mostrando uma gravação onde outras funcionárias falavam algumas verdades a ela. Sem contar o dia em que no vestiário enquanto se trocavam, a vizinha de armário mandava mail pelo celular, e ela fez o maior fuá alegando que a menina estava tirando fotos dela de sutiã pelo celular! Acabou até parando na chefia, e quando a mesma mostrou que no horário em que ocorreu, ela estava realmente mandando mail! E  você acha que foi capaz de pedir desculpas com sinceridade? Simplesmente disse: ah, eu achei que fosse...
Bom, no final, ela é a única que não terá o contrato renovado pela empresa. Aliás, depois de chorar muito no dia, alguns dias depois quando perguntaram sobre isso, ela prontamente respondeu que o contrato dela seria renovado sim! Será que é por ter o diploma de Psicóloga formada que mostrou na entrevista de admissão acha que uma coisa dessas nunca aconteceria?

Esse é um caso que acontece perto de mim.
Mas outros  casos como oque vi no blog Lost in Japan de um amigo, inclusive uma outra discussão no Twitter sobre uma pessoa da mesma legião, que dizia barbaridades sobre o país que a acolheu,ainda por cima roubando post dele.
São pessoas que na sua realidade mentem e descaradamente.
Fico pensando oque pensam essas pessoas. Devem ser felizes nesse mundo irreal. Podem ter até mesmo criado esse mundo para se esconderem da realidade, onde ninguém mais acredita nela.

Mas infelizmente, cada vez mais todos se afastam dela...

Fico na minha cabeça; será que um dia teria coragem de ser assim? Ou ficarei assim?

Peço a Deus que não!

Acreditar em si é muito importante!  Acreditar no seu potencial é oque faz com que tenhamos mais e mais forças para seguir em frente.Mas dentro da realidade, não é mesmo?

segunda-feira, 6 de setembro de 2010

Castelo de sonhos

Construi um castelo, onde princesas, príncipes, reis e rainhas viviam felizes.
Nesse castelo sempre a paz, sinceridade, solidariedade e principalmente a amizade existiam.
Nada poderia atingir a vida feliz, mesmo quando intrigas se faziam presentes.
O amor ao próximo sempre reinando, o sorriso sempre presente.
Oque mais poderia desejar?
Um castelo é um castelo. Suntuoso, enorme, imponente! Nada pode afetá-lo!

Mas descobri que meu castelo era de areia...
E a onda leva-o para o mar aos poucos desmanchando com ele meus mais preciosos sonhos.
Vi que os tesouros que havia acumulado dentro dele aos poucos iam sendo carregados para dentro do mar infinito...
E com ele, meus sonhos...
Meus sonhos se desmancham a cada soar do barulho dessa onda.
Vão-se a juventude... a maturidade...a vida!

O mar...esse infinito no horizonte...
Mas se o mar levou, pode me devolver!

Esse mesmo mar que levou o meu castelo guarda os meus mais profundos segredos!
Nele depositei toda a minha energia ruim, e ele me devolve o melhor das minhas forças.
Me renovo!

Meu castelo está lá, guardadinho no mar, entre o silêncio do oceano e a paz do infinito!

quarta-feira, 1 de setembro de 2010

Adeus!

Uma separação necessária, o divórcio mesmo!!!
25anos juntos, mas acabou! Ou isso ou você acaba comigo!

Hoje, 1 de Setembro começa a guerra entre nós.
Mas eu vou superar, como muita gente superou.
Se os outros conseguiram, por que acha que não conseguirei?

Adeus cinzeiro, isqueiro, ala de fumantes!
Adeus mãos fedidas!

Adeus cigarro!Não te quero mais!!!

terça-feira, 31 de agosto de 2010

Ashita ga aru

明日がある明日があるさ
若い僕に夢がある









De vez em quando ouço essa música, e de certa forma, ela da uma certa energia tipo ¨bola pra frente¨!

元気をだしましょう!

明日があるさ明日がある
若い僕に夢がある
いつもきっと いつもきっと
わかってくれるだろう
明日がある 明日がある 明日があるさ
Ashita ga aru asu ga aru
Wakai boku ni yume ga aru
Itsuka kitto itsuka kitto
Wakattekureru darou
Ashita ga aru ashita ga aru ashita ga aru sa










Aru hi totsuzen kangaeta
Doushite ore wa ganbatterun darou?
Kazoku no tame? Jibun no tame?
Kotae wa kaze no naka

Ashitaga aru ashita ga aru ashita ga aru sa

quinta-feira, 26 de agosto de 2010

Mudanças

Mudando a cara do blog!

Ainda acho que o blog não esteja com o visual que me agrade, porisso estou tentando, tentando, até achar um que seja a minha cara.

Até a próxima mudança!


bjos

Sonhos






Na minha adolescencia, lembro de querer abraçar o mundo e consertar coisas erradas, como a fome e pobreza.

Na ânsia de abraçar o mundo, andei por caminhos que cada vez mais me mostrava existir um mundo melhor, até de luxúria, como nas novelas globais.

Tentei, cheguei a ir para a cidade grande, onde pretendia estudar e trabalhar. Consegui um emprego numa multinacional, que incluia até o restaurante Terraço Itália no grupo da empresa, um luxo!
Fiz vestibular, entrei na faculdade como sempre sonhei.
Nesse meio tempo casei, larguei tudo e acabamos voltando para o interior de São Paulo.
Depois de alguns anos, resolvemos vir ao Japão.

Uma história comum.

Tenho visto muita gente se destacando na net.
Conhecendo alguns, fico até admirada por serem jovens e até saberem usar corretamente o português!
Animados, educados, jovens e principalmente Empreendedores!

Oque eles fazem diferentes do que eu fiz?

Simples: conseguiram se destacar por estarem no lugar certo, na hora certa e perceberam a oportunidade!

Enquanto que eu fiquei apenas na vontade, sem procurar, sem sair do lugar, esperando que alguém batesse em minha porta e oferecesse o mundo, o tempo passou...
Quantas e quantas vezes me vi insatisfeita com oque possuía por não saber onde ir e oque fazer, pois meu lado curioso e empreendedor vira e mexe voltava...
Mas, apesar de já ter passado um bom tempo, ainda tenho meus sonhos. E preciso resgatar o espírito empreendedor da época de adolescente, para que possa dar prosseguimento.

Por isso digo: não deixe para depois, saia, procure, viva enquanto houver sonho, pois é oque move o ser humano para seguir em frente!
Tenho certeza que tudo sempre há possibilidades, se não for aqui, pode ser ali.

E estou seguindo o caminho, vendo exemplos nessa nova geração!

domingo, 22 de agosto de 2010

Eu!



Quem quiser ouvir que ouça, essa sou eu!




Algumas coisas não tem como engolir!




Não me venha com ar de boazinha, não estou acostumada a receber paparicagem.


Não pergunte minha opinião porque sei que nada valem.


Não fique dando de boazinha na minha frente, pois meu sexto sentido diz que há falsidade atrás disso tudo.


Não sei fazer nada que possa agradar as pessoas, dar o ¨sabisu¨ para me mostrar boazinha e prestativa.


Não adianta querer fazer com que me sinta importante, pois ao contrário, vai me fazer sentir uma perfeita idiota.


Não queira se mostrar me fazendo de líder porque sou grossa e direta e gosto que minhas idéias sejam seguidas à risca.


Não queira se mostrar na minha frente.


Nem seja ridículo me dando indiretas e cutucadas.


Não faça coisas que eu desconfie que está sendo feito pelas minhas costas.






Meu jeito direto e sincero aparece na cara.


Preciso me segurar para não dar uma de grossa.




Minha empolgação quando é grande, me dedico demais! Ajudo, colaboro, faço a minha parte e muito mais.




Mas quando sinto traída,desconfiada...nessa hora melhor me deixar sozinha!


Não pergunte nada, não me dirija a palavra, não venha com ar de samaritano.


Nessa hora a decepção e a raiva se misturam e viram um monstro difícil de segurar.


E faço ouvir meus berros!




E ai daquele que me cutuca com indiretas!!!


Com certeza vou emitir tanto veneno (com minha raiva) que levarei tempo para superar.




Meu pé no chão de virginiana não deixa com que eu sinta a leveza. Me faz muito realista.


Não deixa que me sinta uma vencedora no silencio.


Não deixa que eu sorria nessa hora.






Mas tenha certeza: estou treinando, treinando!




Uma vez, num cursinho da igreja católica onde batizamos nossa filha, a irmã Mori disse: nessa hora é porque olhamos no espelho e não gostamos de ver a nossa própria imagem.


E isso me fez pensar sempre que tem razão.


O espelho é algo que nos miramos para ver a nossa própria imagem. E quando não gostamos, encontramos várias desculpas e defeitos.




Quando gostamos da pessoa, é fácil sorrir!


É fácil agradar, ajudar, ouvir...




Há horas em que temos que enfrentar de frente e reavaliar nosso conceito sobre a pessoa.


Já consegui várias vezes. Foi bom ter me segurado e não ter sido grossa naquele momento.


Afinal, podemos ter a primeira impressão da pessoa erroneamente e nisso acabamos magoando a pessoa de uma certa forma que não tem como corrigir, por mais que tentemos.




Porisso sempre dou um tempo. E lembro sempre que posso estar olhando no espelho! Posso estar fazendo a mesma coisa. Posso estar sendo exatamente como fulano.




E se tenho essa impressão das pessoas, por que não terem de mim?




Sorrir é o primeiro caminho.


Mesmo sendo difícil, pelo menos estou treinando.


Escuto, converso, dou atenção.


Seria mais fácil me afastar, mas estaria fugindo.


E tento entender oque há de errado comigo.


E deixo o tempo para que me mostre a verdade.




Agradeço sempre por novos amigos lembrarem de mim.


Afinal, eu sendo um João Ninguém, oque teria para oferecer senão amizade e carinho?




Mas pode ter certeza que melhorei muito nesses últimos anos.


E oque tiver que aprender, será dado por Deus a experiência necessária para lapidar o diamante que existe em mim.


E quanto mais fujo, pior para mim mesma.


Nessa hora exemplos de amigos é muito importante.


Então, vou mais é enfrentar de frente, analisar meus sentimentos e superar essa experiência.












sábado, 21 de agosto de 2010

A Dona da História

Quem nunca pensou: se naquele dia não tivesse feito tal coisa... ou se no passado não tivesse ido tal lugar, conhecido tal pessoa, etc?
Com certeza mudaria o rumo de onde estamos hoje!
Como no filme ¨De volta ao futuro¨.
A frase: se eu pudesse voltar ao passado... não deveria ser dita nunca!

O filme que posto hoje já vi 3 vezes!
Ele é mais perto da nossa realidade, a realidade pós ¨e viveram felizes para sempre¨
A nossa realidade de adolescente sonhadora e maturidade realista.
Ri quando identifiquei alguns trechos com a minha realidade! Acho que qualquer pessoa poderá se identificar em alguns trechos.

Sem contar que ver Antonio Fagundes e Marieta Severo é sempre muito bom!

Mas o final, afinal, é que estamos onde deveríamos estar!
Não tenha dúvida sobre isso!





Postei esse filme pois me indicaram 2 filmes hoje e não poderia deixar de indicar, apesar do filme ser antigo.

Balada do Louco

Para espantar um pouco a sombra negra!






Mas louco é quem me diz
E não é feliz, não é feliz

Eu juro que é melhor
Não ser o normal
Se eu posso pensar que Deus sou eu




É isso aí!
Ser Feliz é ser oque deseja ser do modo que quer ser.

Sou normal!

Pois é, um daqueles dias que não sei oque incomoda...
Estava até mesmo disposta a postar um certo tema que me veio à cabeça, quando vi um post novo da Flávia Shiroma que me chamou a atenção e até me deixou de certa forma aliviada por me sentir um pouco mais normal.

Quando acontece de percebemos isso, a sensação de ser inútil e boba é tão grande, que o mundo fica pequeno para enfiar a cabeça e esconder.

Essa insegurança chega numa hora em que estamos fragilizados por outros motivos.

E digo mais: hormonios femininos são uma M....! Quando faltam descontrola tudo!

Pior ainda quando a neura ataca.
Achar que existe um culpado para isso é só uma desculpa! (Não digo no caso da Flavia!!!)

Melhor sair e viver!
Tanta coisa boa lá fora, né?

Sïmbora então viver!


Ps.: Um dia perguntei a uma amiga: Você sente ciúmes quando alguém se aproxima de suas amizades? Ela me respondeu que sim! Então também sou normal.

sábado, 14 de agosto de 2010

Treinando, treinando...

Há algum tempo me veio à memória um trecho que li num dos livros de Chico Xavier.
Hoje procurei nos livros que tenho, mas não encontrei.
O trecho contava a seguinte história:

¨Chico Xavier sempre fazia doações de cesta básica a famílias carentes.
Quando isso acontecia, a fila de família carente era enorme.
Num certo dia, um dos colaboradores, chegou até o Chico e disse:
-Chico, na fila encontra-se fulana que todos nós sabemos não precisa da cesta básica!
Chico simplesmente olhou para o colaborador e disse:
-Não se preocupe, amigo, ela está treinando, está treinando.¨




O trecho no livro não está narrado desta forma, mas o conteúdo dizia isso.
Procurei o livro para poder transcrever corretamente, mas não encontrei. E para procurá-lo, acabei revendo outras histórias que um dia posto aqui.


No fundo, todas as experiências que temos durante nossa vida, uma hora será exatamente necessário para que o coloquemos em prática.
Durante uma crise por exemplo.

Saber que não há como fugir de nossos compromissos nos deixa um pouco apreensivos, mas sempre digo: Deus nunca dá a nós uma cruz maior do que possamos carregar!

Por isso, há coisas inevitáveis. Não há como fugir de uma experiência que será benéfico para podermos atravessar a ponte que liga à solução.

Outro trecho de livro que me vem sempre é do Paulo Coelho ( Manual do Guerreiro da Luz) que diz:
¨As coisas tende a acontecer até que você aprenda alguma coisa com ela.¨

É como uma prova na escola, ou seja, você terá que repetir de série até que suas notas estejam boas.


Então, por que não aproveitarmos para treinar, estudar oque está acontecendo na vida para que não esteja dessa forma que você não quer?

Se está assim, com certeza alguma coisa você deixou de captar.

sexta-feira, 6 de agosto de 2010

USA for Africa - We Are The World (w/M.Jackson) + Lyrics HQ



Hoje, não sei por que, no youtube andei olhando algumas musicas, que aos poucos iam ligando com outras e outras até que cheguei nesse.
Há muito tempo não ouço, mas não sei por que hoje cliquei nele e comecei a prestar atenção na música e no vídeo.
Foi uma campanha bonita, em prol da fome da África em meados de 80. Lembro que não parava de passar na tv, em todos os programas musicais da época.

Mas oque me chamou atenção hoje foi que, mesmo sabendo que muitos artistas participaram, as vozes me deram um certo ar de nostalgia.

São meus ídolos de adolescencia. Não tem como esquecer a voz que tanto marcou. Mas, alguns, pra ser sincera, não me vinha à memória.

Tive que recorrer ao Wikipédia para lembrar dos nomes.
Eis os integrantes:

Dan Aykroyd
Harry Belafonte
Lindsey Buckingham
Kim Carnes
Ray Charles
Bob Dylan
Sheila E.
Bob Geldof
Daryl Hall
James Ingram
Jackie Jackson
LaToya Jackson
Marlon Jackson
Michael Jackson
Randy Jackson
Tito Jackson
Al Jarreau
Waylon Jennings
Billy Joel
Cyndi Lauper
Huey Lewis
Kenny Loggins
Bette Midler
Willie Nelson
John Oates
Jeffrey Osborne
Steve Perry
The Pointer Sisters
Lionel Richie
Smokey Robinson
Kenny Rogers
Diana Ross
Paul Simon
Bruce Springsteen
Tina Turner
Dionne Warwick
Stevie Wonder

É óbvio que maioria são vozes marcantes, pois fizeram parte da minha adolescencia!
Você seria capaz de lembrar de todos?

quinta-feira, 5 de agosto de 2010

Seja e aconteça!

Um dia agente acorda com a sensação que não deveria sair da cama...
E assim começa mais uma jornada rotineira, a contar do momento em que coloca-se o pé no chão.
Parar é impossível, mas...hoje não posso ficar na cama?
Hoje posso ficar à toa, sem horário, sem obrigações?
Certo, há coisas que realmente dependem de mim, e se eu parar, a coisa não anda.
Então, bola prá frente!

Esqueça oque te decepcionou, pois isso ocorre por você estar despreparada.
Esqueça o cansaço, pois muitas pessoas de sucesso não conhecem essa palavra.
Esqueça a fraqueza, pois diante do obstáculo teremos muito mais chances de ver onde consertar.
Esqueça a raiva, pois usado negativamente só prejudica a si mesmo.

Esqueça oque te faz infeliz. Substitua tudo por amor, felicidade, saude, paz e sucesso.

Lembre-se que você tem a ferramenta para fazer tudo isso a seu favor.
Lembre-se que oque aprendeu tem que ser útil agora que precisa.
Lembre-se que a felicidade está pertinho, e só enxergará ao mudar o foco da sua lente.

Visualize sua meta, seu desejo, sua felicidade. Isso te levará onde queres chegar.
Não espere dos outros oque você mesmo pode fazer.
Divida as tarefas que outros podem ajudar.
Compartilhe suas idéias com alguém que esteja entre as pessoas que você admira.
Faça uma lista.
Lista de meta.
Lista de amigos.
Lista de tarefas.
Lista de desejos.
Lista de realizações.



Imagine-se já com tudo isso conquistado!
Imagine-se na plenitude da felicidade ao realizar!

Mas não pare quando chegar no topo. Escolha outra montanha para escalar.
Senão...depois disso tudo, a vida perde o sentido!

Hoje correndo atrás do objetivo.
Amanhã objetivo realizado.
Depois de amanhã traçando novas metas.



Que não seja ilusão aquilo que você deseja.
Que não seja em vão a luta que trava hoje.

foto gentilmente cedida por@preda

quarta-feira, 4 de agosto de 2010

Chinelos Bordados

Já há muito tempo ganhei um desses chinelos.
Um luxo para um simples chinelo.
Que tal?




Para ir a qualquer lugar sem ser relaxada.
E oque é melhor: conforto para o pezinho cansado do saltinho de ontem.





São confeccionados à mão, criatividade sem limite.




Sucesso no Brasil.
Gostou?

sábado, 31 de julho de 2010

Encontro Familia Silva Japão





Entrar para a Família Silva para muitos foi um marco.
E para relembrarmos essa experiência, estamos convidando-o, com muito orgulho de ser um Silva, para o primeiro Encontro da Família Silva Japão!
Vamos reviver os momentos que passamos.

ENCONTRO DA FAMILIA SILVA JAPÃO
Data: 22 de Agosto de 2010
Local: Recanto da Terra (Lotus Buffet)
Aichi-Ken, Chiryu-Shi, Nakamachi Hanayama 55-4.

Horario: 12h30m
Custo: 1,500 yenes por pessoa

Uma tarde agradável com muitas lembranças junto à Família Silva!
Prepare-se para mais uma emoção!


Necessário confirmar presença.


Contato:

Manuel 090-9921-9438
Lucia 090-3934-7484
David 080-3627-4690

lhs.reserva@gmail.com





Eu participei do Limit Training Segunda Edição.
Foram 3 dias que mexeram muito com a emoção.
O melhor de tudo isso foi o laço que se criou entre nós durante esse pouco tempo.

Muito de nós ainda continuamos em contato, oque é muito gostoso.
Mas dessa vez, será um reencontro diferente,e estou ansiosa para encontrar todos!

quinta-feira, 29 de julho de 2010

Às vezes é melhor!


Às vezes é melhor não pedir.
Às vezes é melhor não falar.
Às vezes é melhor sair.
Às vezes é melhor dormir.
Às vezes é melhor não saber.
Às vezes é melhor não fazer nada.
Às vezes é melhor não correr.
Às vezes é melhor pedir ajuda.
Às vezes é melhor ficar sozinha.
Às vezes é melhor voltar para trás.
Às vezes é melhor ser mais firme.
Às vezes é melhor ter solidão.
Às vezes é melhor ver o mundo.
Às vezes é melhor saber que não vai dar certo.
Às vezes é melhor que tenha sido assim.
Às vezes é melhor nem pedir.
Às vezes é melhor nem esperar.
Às vezes é melhor ser egoísta.
Às vezes é melhor fazer você mesma.
Às vezes é melhor sair do ar.
Às vezes é melhor ter inveja.
Às vezes é melhor não sonhar.
Às vezes é melhor chorar.
Às vezes é melhor nem se incomodar.
Às vezes é melhor ser realista.
Às vezes é melhor falar.
Às vezes é melhor pedir.
Às vezes é melhor correr.
Às vezes é melhor ser criança.
Às vezes é melhor ouvir um inimigo.
Às vezes é melhor beijar um traidor.
Às vezes é melhor sentir raiva.
Às vezes é melhor ter oque fazer.
Às vezes é melhor pensar menos.
Às vezes é melhor ter opinião.
Às vezes é melhor fechar os olhos.
Às vezes é melhor ser cruel.
Às vezes é melhor ignorar.
Às vezes é melhor parar.





Tem hora que o melhor é agir o contrário do que seria normal.
Ir contra as regras e normas.
Quebrar paradigmas.
Saber que sua opinião e vontade valem alguma coisa.

Nessa hora, sua satisfação será a melhor do mundo!
Dê-se esse presente!

quarta-feira, 21 de julho de 2010

Do meu jeito

Cada vez que entro em blogs, vejo como tem uns lindos, bem montado e super personalizado!
Ai entro eu, querendo aprender a mexer e deixar a minha cara.
La vou eu atras de tutoriais, video aulas, etc, para conseguir entender como fazer um templante personalizado.
Bom, ainda estou tentando. Ainda nao achei um templante do jeito que eu quero e continuo nao entendendo como colocar uma foto, painel meu, personalizado.(rs)
Mas estou tentando, e porisso nao se espante se a cada visita, voce encontra-lo diferente.
Um dia chego ao ponto que eu quero.
Seja sempre bem-vindo!

Abracos!

terça-feira, 20 de julho de 2010

Ligue, senão eu ligo!

Hoje recebi uma ligação mais que linda!
Na verdade, recebi, não ouvi(pois o celular estava no silencioso), mais tarde retornei, não atendeu, tentei de novo, não de novo. E um pouco mais tarde, ela me retorna, atendo, cai a ligação, e novamente retorno, mal toca, ela desliga, e finalmente ela liga e conseguimos conversar!Ufa! Até que enfim!

Eu sempre uso o celular para quando tem que ser usado. Um recado,pedido,etc.
É difícil eu ligar por ligar.
Já tive vontade de fazer isso, mas como sei que a vida de todos aqui é corrida, então, evito de ligar à toa.

Mas...por que né? É tão gostoso ligar e conversar com alguém que está longe, falar nada com coisa, etc e tal...
E acabo que não falo com ninguém mesmo tendo vontade de somente ouvir a voz, se não tiver um bom motivo.
Mas...peraí, ouvir a voz da pessoa querida já não é um bom motivo?
Ligar só para dizer que sentimos falta da pessoa, que estamos com saudades, que esperamos encontrá-la em breve, já não é um BOM motivo?

Então...

Então que vou pegar coragem e ligar mais para as pessoas que fazem parte de minha vida nem que seja pra perguntar: oque você tá fazendo agora?

E melhor! Dizer que estamos com saudades!

É muito gostoso saber que somos queridos, que alguém sente a falta de mim, que alguém lembra de mim!

Porisso, anotem meu número, que quando eu ligar, não deixem cair na secretária!rs.

Ligue para alguém e diga a essa pessoa que você se lembrou dela!
Com certeza, vai fazer uma pessoa FELIZ!
Pois foi assim a ligação de hoje dessa amiga!

domingo, 18 de julho de 2010

Tá esperando oquê?


Hoje tivemos mais um treinamento com a Doors.
Todo treinamento é algo novo ou algo para que aquilo que você tem em mente seja realizado. Por isso ser um treinamento.
Para mim vale muito pela reunião e troca de idéias, pois os treinamentos que tenho participado são feitos para você pensar!
No fundo, oque está sendo ministrado já existe há tempos, mas sempre fica na teoria.
E é aí que o empurrão e puxão de orelha vem!
Quem participa desses treinamentos, estão lá por ter o mesmo objetivo. São como uma família que se reune num final de semana na casa da mãe, e coloca a conversa em dia.
Hoje em especial, além do treinamento dito, foi um dia de incentivo!
Recebi muito apoio e idéias para uma empreitada, na qual estava fora de cogitação há 2 anos!E várias dicas de outras possibilidades de parcerias que podem muito dar certo com o meu estilo de vida atual.
Gente,¨Incentivo¨ não é só falar: vá em frente, torço por você! Ouvir isso é bom, mas quando ajudam com idéias e dicas, é aí sim, que a chama incendeia e coloca você numa posição de que ¨é hora de agir!¨.
O incentivo é como uma torcida, que está lá para ver o seu sucesso!

Por essas e outras, um Brainstorn é bom. É onde você coloca as idéias, independente de ser viável ou não, e depois de tudo montado, faz-se o caminho para chegar ao objetivo.
E quando as idéias fluem, nossa, sai de baixo!

Elogiar, incentivar, motivar, torcer.
São coisas que esperamos dos outros quando estamos incertos. Mas, você, consegue incentivar, elogiar, motivar ou torcer por alguém?
Lembre-se que ao fazer isso, você também terá sucesso, pois oque você fez, te fez bem espiritualmente, principalmente sabendo que suas palavras fizeram alguém feliz!

Então, tá esperando oquê para por a mão na massa?
É hora de agir, colocar em prática sua idéia ou em palavras, incentivando alguém!

domingo, 11 de julho de 2010

Bicho estranho



Esses dias no twitter postei essa foto.
Um certo dia que fui mexer nas plantas, tirei um vaso do lugar e atrás estava isso.

¨Achei hj escondido atras de um vaso qdo fui mexer nas plantas. Oq será q vai sair dai? http://twitpic.com/23b84r ¨

O interessante foram os retornos! Ri muito, pois cada um dava a sua opinião. Foi gostoso, pois foram bem criativos nas respostas!

¨Parece uma libelula da terceira idade, a julgar pela cabeleira branca ! Sera ? hehehehe. Bom dia. ¨
¨bom dia, parece a mao de um alien, coisa boa e que nao eh, rssss¨
¨Na dúvida, é melhor arrancar, ehehehe ¨

Aí fiquei pensando: respostas tão diferentes, será que tem a ver com a personalidade de cada um?
Se for isso, preciso me vigiar!rsrsrs.

A tarde, mostrei para minha filha. Tirei do lugar e colocamos numa caixa para esperar nascer e ver que bicho é.
Apesar que já está na cara, e meu filho já deu a resposta: uma mariposa. Mas para a menor, mostrar ao vivo o lado da natureza vai ser uma boa experiencia, pois ela adora caçar bichinhos e trazer para casa, dando nomes para cada um.

Vamos esperar nascer.

Pensa muito, age pouco


Sempre tive o orgulho de pensar várias coisas ao mesmo tempo para ganhar tempo.
Dizem que a mulher tem essa habilidade, diferente dos homens que só conseguem pensar uma coisa de cada vez.
Só que hoje percebo que em muitos casos, me perdia e muita coisa ficava pela metade, pois o tempo acabava, ou aparecia outro compromisso. (Será que minha metade é Homem?rs)
Realmente, voltando para trás, faz sentido!
Nada pode tirar a atenção da gente em relação à meta!
Com certeza, muitos sábios, filósofos e pessoas de sucesso fizeram esse caminho. Chegaram onde chegaram por ter sua mente direcionada para o objetivo.
Então, decidi que vou mudar o meu jeito e programar melhor minhas tarefas.
Tá certo, não vai ser fácil, pois Mãe não tira folga, e agora mesmo, minha pequena já veio aqui para pedir algo. E para conciliar isso, só Mulher mesmo!rs.

Saber separar para melhor andamento do projeto.
E vou conseguir!

domingo, 27 de junho de 2010

Você consegue!


Vença seus limites! Não se deixe cair por suposições. Saiba que dentro de você existe muito mais do que imagina. Se deseja algo, siga em frente e lute pelo que quer!
Algumas imagens enganam. Muitas vezes oque vemos não é a mensagem real. Saiba distinguir isso e não se deixe abater.
Você pode! E por que não?
Por que acha que os outros merecem mais do que você?
Por que acha que os outros são melhores que você?
Olhe melhor à sua volta e veja oque está acontecendo.
Você também pode!

Entrevista


Esses dias, minha filha mais velha estava preparando sua ficha para apresentar-se a candidata a emprego. Comprou os formulários, procurou modelos na internet e ficou preenchendo.
Já havia um tempinho que estava preenchendo e, num certo momento fiz uma pergunta a ela, que estava concentradíssima, e soltou um berro em seguida: Ahh, de novo!!!Errei!
Quando olhei melhor, vi que já havia errado vários!
Por um certo momento, me senti orgulhosa, pois vi a seriedade dela em preencher essa ficha de modo correto e sua concentração para que saísse o melhor possível.
Eu trabalho na parte de recrutamento de uma pequena empresa,e, para ser sincera, tenho visto poucas mudanças no comportamento dos brasileiros em relação a procurar emprego.
Alguns mal conseguem preencher corretamente a ficha, outros demoram, e ainda aqueles que não entendem a pergunta ou oque é certo documento, além de não lembrarem quanto tempo ficaram em cada fábrica (oque tem um certo peso na contratação).
Sem falar ainda no modo como se vestem, sentam e comportam. Algumas acham que estão indo para uma balada.
Como ainda é uma pré-entrevista, fecha-se os olhos para alguns detalhes. Mas, conforme a necessidade de contratação e entrevista na fábrica, há casos em que precisamos pedir ao candidato para que venham de roupa adequada (mulheres com a roupa sem decote, homem de calça e não bermudão), além de falar como se portar diante do chefe que vai entrevistá-lo.
Eu não precisei ensinar minha filha. Ela aprendeu. Ela sabe da hierarquia que existe dentro de uma empresa.
Num período em que ela trabalhou para a empresa onde trabalho, o meu chefe (que também fazia o transporte dos funcionários) me disse uma vez que ela é bem educada, sempre agradece ao sair do carro. Isso ela faz ate conosco, quando saímos juntos para jantar ou algum outro lugar onde alguém, que não ela, irá conduzir o veículo:ONEGAISHIMASU!
Com o advento da crise, onde muitos ficaram desempregados e houve vários cursos espalhados pelo Japão sobre vários temas desde aprender japones, até de como se comportar numa entrevista que vi em várias revistas da comunidade, são poucos os que aproveitaram a oportunidade e fazem uso desse diferencial.
Uma pena.

Há 20 anos atrás.


Quando cheguei no Japão há 20 anos atrás, deparei com um problema já esperado: não havia onde deixar minha filha de 4 anos para que eu pudesse trabalhar.
Na época, oque acontecia era que os brasileiros que vinham para cá, não podiam trazer filhos. Mas a decisão de traze-la foram duas: não separar a minha pequena família e não dar trabalho para minha mãe, que seria a mais provável hipótese da pessoa que cuidaria dela. Por sorte consegui traze-la pois não viemos através de agencias, e sim a ajuda de um irmão que já estava aqui.
Não foi fácil conseguir uma creche. Não estavam acostumados a receber estrangeiros, e tinham receio de não conseguirem cuidar dela por não falar o japones.
Até que um dia, na estação de trem de Takasaki-shi, um casal com uma pequena garotinha me chama a atenção, e iniciando uma conversa, uma surpresa ao saber que moravam perto de casa e a criança estava frequentando uma creche. Peguei os dados e corri no dia seguinte para colher mais informações, até que consegui matricular minha filha.
Na época mal falava japones, mas isso não foi impecilho para que ao menos tentasse saber oque minha filha aprendia nessa creche.
E vi, surpreendentemente, como ela aprendeu rápido o idioma e se adaptou à nova vida.
Levava-a de bicicleta no sol e na chuva, no verão e no inverno, pois era o unico meio de locomoção na época.
Com o tempo, conheci mais pais e vi também o aparecimento de creches brasileiras (no fundo, uma pessoa que cuidava de crianças dentro do seu próprio apartamento, dava refeição e banho, e ficava até tarde com a criança), mas mesmo assim, não me cativou a tirá-la da creche japonesa para que eu pudesse fazer horas-extras.
E assim, minha filha seguiu o caminho normal da escola japonesa, e eu tendo que aprender junto, pois o sistema difere da escola brasileira.
Com o aumento de brasileiros que vinham com família, apareceram também as escolas brasileiras. Além do método de ensino diferenciado de cada entidade, apareceu a preocupação da comunidade de que a escola também fosse reconhecida pelo MEC, pois nada adiantaria estudar e pagar um preço alto pela mensalidade se, ao retornar ao Brasil e prosseguir os estudos, o histórico não tivesse validade.
No meu caso, continuei optando pela escola japonesa. Ela seguiu ate o colegial.
Houve um tempo em que duvidei dessa minha opção.
SE eu tivesse trocado pelas entidades brasileiras, poderia ter tido mais oportunidade de fazer horas-extras, consequentemente, ganhar mais.
Porém, SE eu tivesse feito isso, hoje teria tido algumas experiencias desagradáveis com ela adolescente (período difícil).
Entre uns e outros, reclamações de pais em relação aos cuidados com os filhos e professores em relação a pais desligados e exigentes.
Hoje, com mais dois filhos, continuo nessa mesma linha. Na época que cheguei, nossos planos eram de ficar somente 3 anos. E ainda continuamos aqui!
Pelo menos, eles estão adaptados aos costumes japoneses, falam e escrevem, e não terão dificuldades em se comunicar quando for necessário.
A única dificuldade é dentro de casa...as vezes é difícil conversar e faze-los entender...rs.Mas isso vamos levando. Uma boa desculpa para que eles também aprendam o portugues!
Cada um pensa e age da forma que melhor convir. Essa foi a nossa opção.
E você?

domingo, 13 de junho de 2010

Redes Sociais e Você!

Os meios de comunicação estão cada vez mais avançados, a internet está cheia de redes sociais que ligam as pessoas de todo o mundo.
Tenho utilizado muito o twitter e o facebook ultimamente, mais que o orkut. Todos tem vantagens e desvantagens, mas, dependendo da sua intenção, acredito que seja uma boa fonte de informações rápidas, onde você fica sabendo oque cada um pensa e como cada um usa.
No começo, não me agradava muito a idéia de ter que aceitar pessoas que não conheço.
E não aceitava mesmo!!!
Mas com o tempo, cedi. Alguns valeram a pena!
Algumas dessas redes nos deixa a opção de privacidade, mesmo aceitando. Acho isso ótimo! Afinal, não é interessante você expor sua vida particular a quem nem conhece.
Muitos pedem para ser adicionados, mas nunca, nunca mesmo deixam um recado sequer, nem mesmo no início.
Acho isso uma falta de respeito, pois se pediu para adicionar, pelo menos poderia se apresentar!
Nem adianta colocar no seu perfil que SE PEDE PARA SER ADICIONADO, PELO MENOS SE APRESENTE!, que parece que nem leem...
Separei em minha lista alguns que realmente vale a pena estar seguindo, comentando, deixando um OI, Bom dia, etc, pois são pessoas interativas. Por mais que fiquem um tempo OFF, uma hora com certeza respondem ou dão sinal de vida.
E sem contar que muitos estão dando o seu recado. Aliás, diga-se de passagem, belos recados para quem quer aprender ou saber mais sobre assuntos diversos.
Um dia desses, acabei até ligando para um amigo para tirar umas dúvidas, no qual fui muito bem acolhida e recebi muito mais informações do que imaginava perguntar!
No mais, são pessoas dispostas a dar a sua contribuição para a sociedade, mostrando não só o lado pessoal, como também o lado profissional.
Até mesmo quando entro em blogs sobre beleza, maquiagem, roupa, etc, com certeza, estou obtendo alguma informação que me será útil(afinal, posso estar me vestindo ridículamente e achar que estou abafando!rsrs).
E em relação a Blog, diga se de passagem que há muitos pensava em fazer um, mas não tinha idéia sobre que assunto, tema. E posso dizer que estou contente com esse meu pequeno mundo blog pois aqui coloco meus pensamentos, fixo melhor minhas idéias ao escrever. Não ligava para seguidores, mas percebi que se houver mais pessoas me seguindo, posso ter comentários que me ajudem a melhorar ou corrijam oque escrevo.
No twitter conheci uma admiradora dos Varandistas(que nunca tinha ouvido falar) que sempre twitta muito, mas muito animada! Isso me deixa também feliz.
São mensagens que podem salvar o seu dia ao ler uma bem animada!
Enfim, sejam participativos, comentem, pois não é só quem manda, mas quem recebe também se sintoniza com você!

De volta às origens!

E cá estamos, depois de 5 anos em outra plataforma, voltando para cá. Onde tudo começou, né? Apesar de nesses utlirmos 3 anos estar com um...