segunda-feira, 28 de novembro de 2011

Estou mudando! 
Agora estou em novo endereço. 



Espero vocês la!
Bjos


terça-feira, 22 de novembro de 2011

Essa tal felicidade

Quem nunca achou que se no passado fosse assim, hoje estaria assado?
Lembrar do passado e ver que fez várias burradas, que deixou de fazer muita coisa, que pensava errado sobre alguns conceitos, que magoou alguém querido, que poderia ter feito melhor... e assim vai.
Mas todos sabem que hoje somos assim porque aprendemos (cedo ou tarde) o que poderia ter aprendido de modo diferente.
Nem sempre tive orientações sobre várias coisas, e se não fosse a minha curiosidade natural, ainda estaria naquela vidinha. Até ja pensei que, talvez tivesse sido melhor...

Mas o passado se foi, o presente vive, eu vivo.
Dou graças por ter conseguido enxergar várias coisas, aprendido muitas outras.
Nem adianta dizer que hoje sou o que sou por ter passado pelo que passei e vivi, todos sabem disso.
Sempre nos deparamos com situações que nos põe à prova.
Mas, o ser humano está sempre em busca de algo, que parece tão longe, tão intocável...e sofre.

Sofre por buscar a tal dona FELICIDADE, sempre!
E onde será que está?
Enquanto uns desfazem de coisas e valores, outros mendigam.
Afinal, o que é felicidade?

Estar em paz consigo mesma já é uma felicidade enorme.
Muitos dos problemas começam quando pensamos demais em coisas que estão fora do nosso alcance e nem sequer lutamos para conseguir.
Felicidade é um Amor Eterno? Nossa, mas se nem você se aguenta...imagine o parceiro!
É ter roupas de marca? Se você tem cacife para bancar, parabéns!
É viajar pelo mundo afora? Mal sabe falar português, vai se expressar com mímicas?

No fundo, uma coisa puxa a outra. Dinheiro não tras felicidade, mas preocupar demais com as contas acaba com qualquer relacionamento amoroso. Andar bem vestida nem sempre quer dizer metidez, pois é muito mais agradável estar perto de alguém que esteja arrumadinho do que um relaxado e descabeado. Saber conversar vários assuntos atrai pessoas mais interessantes do que ficar só na fofoca da vida alheia, e isso não quer dizer ser formado e doutorado, apenas ter um pouco de cultura. Ter metas te faz uma pessoa com disciplinas, e não um chato.

Enfim...felicidade... é estar bem com o Universo. O resto...é consequencia!






segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Arrecadação de Inverno




            O Núcleo Espírita Cristão do Japão continua a campanha de arrecadação de itens que compõem o Kit de Inverno a ser distribuído aos mais necessitados que vivem nas ruas de Nagoya. 

Os itens são: 


-Gorro 
-Par de Luvas 
-Par de meias 
-Cachecol 
*obs: somente esses ítens.


           Estes itens são encontrados em lojas de 100 ienes e podem ser entregues pessoalmente no dias de trabalho no NEC ou então serem enviados por takyubin. 




          O endereço para envio é este: 


509-5142 
Gifu-ken Toki-shi 
Izumi-cho Kujiri 616-14 
Kanei Biru 1F. 



 Favor marcar a entrega para os seguintes dias e horários: 


domingos, das 7 as 15h; 
2ªs, 4ª e 6ªs feiras, das 19h as 20h30; 
2º e 4º sábado do mes, das 7h ao meio-dia.


Obrigado a todos! 


Obs.: Além dessa campanha, o NEC tem também o DIA DO SOPÃO, que também necessita doações e é feito por voluntários para os necessitados de Nagoya. 
Se informe! 









quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Pensando por esse lado...

No caminho para casa, pensando com meus botões, veio na cabeça uma frase: #Perdi $$$$ por isso, por aquilo#. Fala-se muito quando algo não deu certo (um bico aqui, um negocinho ali) e o dinheiro não entrou. Numa dessas, um amigo disse: Você não perdeu porque você não tinha, você DEIXOU de ganhar! É diferente!
Realmente, pensando desse lado...rs.

Em se tratando de perder, você tem que ter esse algo para perder (se quiser perder).
É a teoria do copo meio cheio, meio vazio.

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Você sabe o que é Distimia?


Tempos modernos, doenças novas?
Há doenças que sempre existiram e, diga-se de passagem, sobrevivemos.
E hoje existem novos remédios e técnicas.
Não conhecia nem a palavra, muito menos a doença. Ouvi na rádio e achei que seria interessante colocar, pois pode ser confundida com outra doença.


Conforme o Wikipédia:

O paciente com distimia apresenta baixa ou nenhuma auto-estima; sente-se desmotivado; possui uma constante falta de esperança e sentimento de negatividade; desinteresse ou perda do prazer pela maioria das suas atividades, ou perde totalmente o interesse em todas elas (dificuldade em aproveitar o lado bom da vida)[9]; tem insônia ou dorme excessivamente; apresenta perda de apetite ou alimentação exagerada; isolamento, poucos amigos e vida social limitada;[10] sentimento de rejeição pelos outros; sentimento de falta de capacidade;[11] irritabilidade; e/ou descontentamento. O paciente também pode apresentar pensamentos suicidas[8], tendência para consumir drogas, álcool, e tabaco, aumentando a freqüência e a quantidade consumida destas substâncias se já as utilizar;[carece de fontes?] há ainda chances de sonhar com a causa da depressão repetidamente.[carece de fontes?]

Vale ressaltar que apesar de o paciente sentir todos ou alguns destes sintomas, a distimia não impede que ele continue vivendo sua vida normalmente (ou seja, ir ao emprego, a faculdade, etc...), porém, percebe-se que pessoas distimicas reclamam demais[12], tem um estilo de pensamento negativista, tendência ao pessimismo, sensação de que nada pode ajudar e possuem relutância em fazer alguma coisa para mudar certas realidades indesejadas.

A distimia manifesta-se na maioria das vezes em jovens abaixo dos 25 anos, em sua maioria solteiros. Sua incidência é maior nas mulheres.[13]

A distimia pode ser confundido com o transtorno de personalidade dependente e com outros transtornos de humor pela semelhança dos sintomas. Segundo Spanemberg, cerca de 50% dos pacientes não serão reconhecidos e cerca de 77% vai apresentar comorbidades.(Wikipédia)

A distimia é diferente da depressão.
Sabendo dos sintomas, é claro que sozinho não sara, mas já é um passo para saber o que acontece consigo e procurar ajuda.

Caso queira mais informações, consulte um psicólogo.

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Pensando

Antes mesmo de sua morte, eu já havia separado esse vídeo para um post.




Antes da morte de Steve Jobs, esse vídeo começou a rodar no facebook, e, mesmo sendo compartilhado por milhares, achei que seria um ótimo exemplo para o post.

O que me chamou a atenção foi saber que, mesmo ele não tendo um diploma universitário, ele não deixou de ser um gênio.

Fico mais feliz ao ver que muitas pessoas fantásticas e geniais que fizeram a história da humanidade foram especiais não porque frequentaram uma faculdade. Foram especiais para o mundo por serem geniais! E alguns até foram taxados de anormais... Eles simplesmente pesquisaram, fizeram aquilo que acreditavam.

Isso alivia um pouco o meu ressentimento de não ter ido para uma faculdade, até mesmo de não saber ingles...

segunda-feira, 17 de outubro de 2011

Valores


A insatisfação faz parte do crescimento humano. E é nessa hora que devemos parar para repensar no que foi feito até agora e pensar no que pode ser feito daqui para frente.
O que realmente importa para você?
O que você quer?
O que você aprendeu até agora?
O que será daqui para frente?
Nessas horas, saia do quadrado!
Todo dia a mesma coisa, as mesmas conversas, as mesmas pessoas, os mesmos lugares nem sempre levam a algum lugar.
Proponha à si mesmo a aprender algo diferente em um certo período. A cada 6 meses, a cada mes, a cada semana.
Vá à lugares diferentes, onde nunca tenha ido. Saia com pessoas que você nunca saiu. Faça coisas que você ainda não fez.
Até mesmo uma simples dona-de-casa precisa ir a um mercado diferente para conhecer produtos que não há no mercado que sempre vai.
Com novas experiencias, novas oportunidades, novas idéias, novos laços se formarão.
O pensamento não pára.
O cérebro não descansa.
O coração ainda bate!
É tempo de rever valores!
Buscar a felicidade não depende dos outros, mas do que você se dá. Por isso, dê-se ao privilégio de ser aquilo que você sonha.

quarta-feira, 28 de setembro de 2011

Cinema e Teatro


Sabe oque é ver cinema brasileiro depois de 20 anos? Ainda mais ver filme brasileiro aqui no Japão...
Então, aconteceu em Komaki-shi (Aichi-ken) a Caravana Cinema Brasil do dia 17 a 23 de Setembro. 4 filmes em vários horários e tal. E o melhor, com legenda em japonês e ingles! Ou seja, você podia convidar amigos japoneses que não haveria problema nenhum.
Esse trabalho do
Tupiniquim Entertainment é espetacular, pois tras o Brasil para japones ver!





E foi uma expectativa grande para essa semana, combinando com uns amigos aqui e ali, até o grande dia.



Bom, todos sabemos que, quando queremos um filme brasileiro, é muito fácil buscar na net...

Então, por que toda essa euforia?



Simples!

Cinema é cinema, gente! Como teatro! Não há oque comparar com você estar alí, 1 hora e 30 minutos ou 2 horas sentada assistindo um espetáculo, um filme, com o som no melhor volume para você sentir e interagir com as imagens, sem ter alguém te atrapalhando!

Sem contar, é claro, de estar em companhia de amigos para depois comentarem oque achou ou por simplesmente estar ali compartilhando o momento.

Chamei muitos amigos e conhecidos, uns diziam que iriam, outros nem tão interessados. E até um deles me trouxe uma cópia de um dos filmes, que também estava interessada,e que não sei quando terei oportunidade de assistir em casa.



Resumindo: cinema, teatro vale mesmo é pelo que o próprio nome diz! Por mais que assista em casa, assistir no cinema tem outro gosto!


A magia do cinema e do teatro não existe igual!
Bom cinema/teatro para você!

Uma pena que poucos saibam oque significa.

segunda-feira, 5 de setembro de 2011

Enquanto espera a vida...

Enquanto pensamos em quanto somos infelizes (pois olhamos somente para o próprio umbigo), nos deliciando em cavar cada vez mais fundo o poço para nos enfiarmos dentro (já que ninguém nos ama mesmo), saiba que há pessoas que não perdem tempo com isso, e, para sua informação, estão aproveitando e vivendo!
Histórias como dessa moça que está lançando um disco aqui no Japão é, na verdade, um tapa na cara para quem fica procurando desculpas para tudo!

Ami Sano, 21 anos, está entrando no mundo artístico! Sim, um sonho que a maioria das adolescentes tem, diga-se de passagem.
Ela teve sorte? Padrinho? Bom, tire suas conclusões...




Ami Sano, 21 anos, sorridente, rosto cut, quem diria... NÃO TEM BRAÇOS NEM PERNAS! Sim, ela nasceu assim!





Imagine o choque dos pais...ao ver nascer um filho assim...
Sim, foi difícil, tão difícil que a mãe demorou alguns meses para conseguir carregá-la no colo... e aceitar Ami.
Mas, por destino quem sabe, Ami tem uma personalidade alegre.
E mais que isso, seus pais a ensinaram que ela PODE! Que ela, apesar de ter apenas uma perna e 3 dedos no pé, ela PODE!
Obviamente que ela teve conflitos, mas foi quando entrou para o maternal e todos começaram a vê-la como aberração...
E mais uma vez, sua mãe, que um dia pensou em se matar por achar que não teria capacidade de cria-la, foi quem deu o apoio maior!

Uma história como poucas...

Apenas 21 anos...

Viram o sorriso dela?
Viram a vontade de viver?
Viram que ela conseguiu afastar os fantasmas?



Conheçam também Nick Juvicic!





Sorria, a vida é bela!
Busque seu sonho, busque a sua missão!
E mais uma coisinha: não destrua o destino de seu filho, ensine-o que ele PODE, assim como você!

Não dê a colheita, ensine a plantar!

E, se quer mesmo algo, busque, corra atrás! Enquanto ficar sentado, a vida passa...e ninguém vai trazer de bandeja oque você deseja.
Seja feliz!
Realize seus sonhos!

terça-feira, 30 de agosto de 2011

Experiência própria

Sabe aquela impressão ruim de que algo vai acontecer, ou de que você acha que fulano fez algo, ou de que a casa vai cair?
Nessas horas, oque você faz?
Quando estou no carro, solto um berro alto para espantar o pensamento negativo. Ou dou risada alta, bem tipo gargalhada para espantar um mau pressentimento. Ou canto mais alto que o som do carro. Depois dou risada do que fiz, porque é bem patético, e quando vejo, estou rindo! E o melhor, a sensação ruim se foi.
Simples né?

Como no carro o pensamento voa sem limite, é lá mesmo que faço essas coisas para espantar. Bom que ninguém vê, ouve.  E se vê ou ouve, não te conhece e não sei quando verei de novo!

Mas pode ser feito em qualquer lugar, só tome o cuidado para não pensarem que está perdendo o juízo!

Experimente! E me conte como foi!


sexta-feira, 19 de agosto de 2011

Pra que?

E qual seria a minha missão?



Várias vezes me fiz essa pergunta em diversas fases de minha vida.

E quando isso ocorre, olho para mim para analisar oque eu sei fazer para servir a humanidade ou à minha vizinha.

Na verdade, não muita coisa. Quero dizer, não muita coisa fora do normal de qualquer mãe, qualquer mulher, qualquer pessoa. Não tenho diploma universitário, nem mesmo o de corte e costura. Tudo que sei fazer aprendi fazendo e fuçando.

Fuçando...pois é, um outro ponto que me pergunto: por quê é que eu tenho tanto interesse em perguntar coisas que não se interligam? Por que sou tão curiosa? De repente me vejo interessada em coisas que antes nem me chamavam a atenção.

E pra quê aprender tanta coisa, se nem sei se um dia vou usar? Essa curiosidade, esse fascínio por coisas que nem faço idéia do que seja mas que chegaram a mim como novidade.

Sim, um dia isso terá proveito. Acredito nisso! Afinal, estou com a mente aberta para acolher informações e que um dia usarei para o Universo.
Um dia chegará a hora de prestar serviço à humanidade.
E estarei pronta, a hora de retribuir tudo que recebi!

Afinal, se não for para isso, então, para que seria?




quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Julgar, o verbo.

"Quem sou eu para julgar?"

Aliás, quem somos nós para julgar?

Percebi como é fácil "achar" qualquer coisa.  As pessoas acham que eu sou isso e aquilo ou sei lá oque.

Uma experiencia recente me deixou um pouco chateada.
A pessoa me pediu colaboração, e eu, como uma nova experiencia, aceitei.
Todos os dias, lá pelas 8 horas da manhã me mandava SMS com um BOM DIA, e mais tarde, perguntando se havia novidade. Respondia sempre. SEMPRE! Relatava o andamento e tals. Tinha dia que eu não tinha como fazer nada, mas assim mesmo relatava que NÃO consegui nada por isso ou aquilo (com toda sinceridade). Afinal, trabalho durante o dia, e só tinha a noite para isso.
E assim ia...Gastava meu tempo e meu telefone fazendo várias ligações,

Não sei como é cada pessoa dentro de casa antes ou depois que sai do serviço (isso quando trabalha dentro de uma empresa).
Ninguém pára para pensar que eu tenho mil tarefas e não estou exclusivamente para atender aquilo que me pede ou acha que eu posso fazer do jeito que querem.
Não vou à academia, nem aula de inglês, nem cursinho de maquiagem, muito menos cursinhos de madame.

Eu trabalho fora  no horário comercial, mas antes disso já fiz muita coisa dentro de casa.
Fiz café da manhã para mim e meu marido, tirei os cachorros para fora, limpei alguma sujeira que por ventura os cachorros tenham feito, arrumei a mesa, fiz algo para as crianças comerem (porque eles não comem pão), chamo eles para se aprontarem, verifico se não esqueceram de algo na mala, tomo café com eles, arrumo a mesa, despacho eles, lavo a louça, estendo a roupa lavada, dou água para as plantas, e finalmente me apronto para ir trabalhar.
Depois do serviço, faço a janta, verifico a casa, arrumo a louça, cuido das crianças, converso com eles, dou a janta, lavo a louça, fora os dias de karate da filhote que tem que levar e trazer, vou buscar o marido no serviço e enfim...banho e cama.

Não ache que uma pessoa solteira, ou casada mas sem filhos, tenham as mesmas tarefas.
Não me compare com aquela pessoa que chega em casa e vai direto para o computador, mal ajudando nas tarefas de casa.
Não pense que filhos são iguais a cachorro ou gato, que coloca a ração ali e põe no colo enquanto está no telefone ou assistindo a novela. Filhos pedem atenção. Pedem, perguntam, cobram. Falam, querem atenção, querem respostas, tem dias de mau humor, dias cansados, como nós.
Me poupe comparar com isso.

Se eu pudesse acordar e já  ir direto fazer as coisas que eu quero, claro que faria.
Se eu pudesse chegar em casa sem precisar me preocupar com a janta, mercado, filhos, é claro que faria.
Se eu pudesse pediria delivery todo dia.

Estou tentando adaptar o meu modo de vida com aquilo que abracei.
Então, não me cobre, não me julgue, porque sou diferente de você!

E no final, a pessoa que me mandava SMS todo santo dia, quando tudo terminou, mal mandou um obrigado. E quando eu mandava perguntando quando me enviaria o valor da comissão, não me respondia por dias...
Oque posso julgar dessa pessoa?
Então...não me julgue! E não o condeno, apenas tirei da minha lista de contatos!

Ah, e para aqueles que condenam o modo de educar meus filhos: faço oque está ao meu alcance. E oque está no meu modo de viver.

Enfim, julgue se quiser! Só digo que eu julgo também, mas também sei que existe o outro lado da moeda.

Sonhos tenho muitos! E é por isso que eu aceito os desafios que me oferecem. E faço na medida que posso.
Graças a Deus, meu marido sempre me ajuda quando está em casa. Diferente de alguns que vejo por ai...

Bons sonhos para você.

quarta-feira, 10 de agosto de 2011

Universo e eu

Aos que me acompanham devem ter percebido a minha ausencia nesse ultimo mes.
Enfim, N motivos posso dar, pois para tudo arrumamos argumentos...rs.

Passando rapidinho hoje, apenas para reforçar oque tenho feito como meu modo de vida: Universo. Sim, o Universo corresponde sempre, a tudo oque você faz e pede. Sem culpar ninguém, apenas agindo conforme você age.

Peça ao Universo, mas faça a sua parte! Faça algo ao Universo em troca. Nada mais justo, não acha?
Tanto as mil justificativas para os seus erros como a lista do que você pode doar ao Universo é enorme. Mãos à obra! Afinal, não é à toa que estamos nessa jornada!
Ninguém disse que seria fácil.
Mas existe a luz no final do caminho, pode ter certeza.

Está em suas mãos.

Beijos

terça-feira, 19 de julho de 2011

De onde vem, pra onde vai.







Agumas coisas andaram acontecendo em minha vida nesses ultimos anos que deram impulso a sonhos e propósitos esquecidos.

Uma longa história onde começa com o modo que fui criada e experiências de vida que me fizeram erguer barreiras e justificativas para tudo dessa vida. Tudo. Principalmente o EU existir.
Os sonhos de adolescente ficaram para trás por causa da trajetória da vida. Da minha vida.
Tudo se justificava em destino.
Hoje sei que muita coisa aconteceu enquanto eu ficava atrás da janela só olhando a vida passar. E enquanto olhava para um lado, do outro muitos acontecimentos passaram despercebidos.
Hoje tenho uma relação com o Universo e aprendi que sou mais um campo de energia que pode mover montanhas se eu quiser.
Hoje sei que mesmo do jeito que eu sou posso cativar o Universo sendo bom com ele, e ele vai me amar do jeito que sou. Afinal, quando amamos, queremos o melhor para a outra parte. Quando amamos, sentimos prazer em dar, em doar, em querer que seja feliz.
Em tudo isso precisa haver prazer, precisa ser prazeiroso oferecer.
Me vejo arrogante, mas no sentido de desafiar e agir. Ao invés de ficar no back stage, por que não ir para o palco?
Essa é a minha auto-confiança, o EU dizendo ao Universo que sou capaz. Dizendo a mim mesma que EU existo e faço a diferença.
Desafios.
Ter a ousadia de agir, de falar, de expressar.

Essas últimas três semanas foram muito agitadas. Não foi fácil para mim. Mas foi um grande teste de resistência onde quase me abati. Senti minhas energias sendo sugadas a ponto de me enfraquecer na saúde física e psicológica.
Mas, o Universo, sábio como sempre ( e porque acho que ele me ama), nesse meio tempo foi me dando coisas boas! Cada retorno que eu tinha, sabia que era Ele me mandando mensagens para não desistir, para não me abater. E toda vez que isso acontecia, eu agradecia!
Essas coisas boas foram-me dadas pelas amizades que conquistei.
Vieram com os amigos, reais e virtuais, cada vez que me procuraram e me propuseram algo.
Vieram em forma de convites que me surpreenderam.
Vieram com o carinho de amigos e fortalecimento de vários laços.
No fundo sei que sou eu vencendo paradigmas e pre-conceitos de uma vida.
Sou eu aceitando que também posso ser e sou.
Ainda falta muito a caminhar. Nao sou perfeita. Ainda terei que enfrentar muito, principalmente as fases de reflexão, onde fico mais frágil.


Estou parando de me comparar com pessoas que nunca vou ser. Pelo contrário, estou tentando absorver oque essas pessoas tem de bom exemplo e aplicar em minha vida, e não SER essa pessoa. Este é o meu lugar. Essa sou eu.
Amar sempre. Amar é bom. Amar nos deixa mais lindas. Amar nos faz ser útil. Amar a minha vida.
Sou grata, de coração, ao círculo de pessoas que fazem parte da minha vida!

Muito bom ter vocês comigo! Obrigada por me aceitarem do jeito que eu sou.

segunda-feira, 11 de julho de 2011

Um milésimo de segundo

Um milésimo de segundo apenas de uma sensação agradável, de um tempo distante, de um EU que se perdeu.
Um milésimo de segundo onde me transportei para uma época distante.
Um milésimo de segundo...

Nos 20 minutos seguinte busquei o motivo e uma explicação.
Seria a música? Não, a música não era daquele tempo...
O ventilador soprava um vento e da janela percebia-se o por-do-sol entre as cortinas enquanto recolhia a louça...
Uma sensação boa...
Um sentimento esquecido...
Um retorno ao início...

Num simples milésimo de segundo...

Quem dera durasse um pouco mais.
Contrário do dejávou, não foi o reconhecimento do que acontecia na hora, mas um sentimento revivido.
Quem sabe seja um aviso para que me solte e volte a sonhar como na infância, pois ser gente grande é complicado demais.
Será?

segunda-feira, 20 de junho de 2011

Enchendo linguiça

Tem hora que mil idéias agitam sua cabeça, mas um post novo que é bom não sai...
Para não deixar buraco, vai uns vídeos que acho ser interessante sempre estar assistindo e se questionando.

Boa semana para vocês!


Atitude






Tempo de Mudar
Uma pena não dar para ver no celular, apenas no computador.O melhor de todos.





Filtro Solar





Tem hora que as coisas começam a acontecer, e isso também assusta!
Desejei coisas e está começando a acontecer!
Empurrei com a barriga e a consequencia também está aparecendo!


Os dois casos estão me assustando, mas um está ajudando o outro a não dominar.
Será esse o tal equilíbrio?


Beijos

quinta-feira, 9 de junho de 2011

Medo de ser Feliz

˝Ė que é tudo muito novo para mim e tenho medo de ser apenas uma fase curta!˝


Ouvi isso hoje. Palavras de uma pessoa que encontrou alegria em viver e ser feliz.
Vivemos a ponto de sempre pensar no amanhã, como se tivessemos a obrigação de poupar para não passarmos aperto.
E com a felicidade não é diferente!
As vezes acho que para muitos a felicidade na terra está associada a pecado...
A busca pela felicidade é algo milenar. E sempre colocamos como felicidade aquilo que não temos. Dinheiro, amor, amizades famosas, posição social, carro, roupas boas, casa, enfim, qualquer coisa que associamos à ela.
E assim, a dona felicidade fica cada vez mais longe, mais impossível, e nós, mais e mais infelizes...apenas desejando...


E o medo de ter que voltar à realidade?
Sim, pois parece que o ser feliz é sonho.


E para não sofrermos depois, acabamos ignorando aquilo que um dia almejamos.


Não, não é sonho!


Não temos vida de príncipe e princesas, temos nossa realidade que é trabalhar, cuidar da familia, casa, obrigações...e ser feliz!
Tá, a realidade não é tão cor-de-rosa assim... Mas pode ser mais leve a partir do momento que você decidir. Decidir o que quer e onde quer chegar.




O livro O Segredo já não é tão novo, muita gente leu, viu o vídeo.
Eu optei pelo vídeo.
Nele, ouço a pessoa falando. Escuto o modo como se expressa. Vejo as imagens.
Faz um tempo que não assisto, e esses dias usei o áudio e fiquei só escutando. E por ter visto o filme, enquanto escutava, ia relembrando as imagens.
Tem coisas que precisamos rever de vez em quando. Para reavaliar e reforçar o que aprendemos. Do mesmo modo que o corpo precisa de alimentos, a alma e o coração também. Ė sempre bom estarmos com pessoas alegres, ler livros que estimulam, ouvir palavra que motivam. E estudar, estudar sempre para se chegar ao equilíbrio e não se perder em ilusões.


Afinal, temos tanta coisa boa pertinho de nós que temos mais é que agradecer!
Não sinta remorso por ser feliz. Aparecerá pessoas querendo te mostrar o lado negro, e então, é a hora de puxar essa pessoa para o lado bom!
Memorizar as coisas que tem para agradecer é um modo de relembrar oque você tem ao seu alcance.




Assim, o medo se dispersa e seu coração se sentirá mais calmo.E com certeza, abrirão portas para novas e boas experiências!









Achei por acaso esse vídeo. Leila Navarro tem um modo simples de mostrar o que você pode fazer por você mesmo.

quarta-feira, 1 de junho de 2011

Corrida





Vou de casa para o serviço de carro. O mesmo caminho de sempre. Vou ao mercado, levo as crianças para o cursinho, etc e tal.
Demorei muito para tirar a carteira de habilitação. Só consegui aqui no Japão aos 27-28 anos. E devo dizer que já tirei o atraso, pois alguns serviços que fiz era justamente de motorista ou entregadora.

Hoje dirijo somente para assuntos de família.
E por ser sempre na correria, fico alterada quando vejo na minha frente um carro a 20km por hora, e sempre quando estou com pressa...
Pior que sempre olho no velocímetro para ver a quilomentragem e está na faixa de 20 a 30 mesmo.
Aqui no Japão é comum pessoas de idade dirigirem. E deficientes também. Mas são os domingueiros mesmo que atrapalham nossa vida na estrada...

Mas, um dia pensei comigo: ainda bem que tem esse carro na frente, porque senão eu estaria correndo muito e poderia acontecer algum acidente e tal.

Na vida também temos casos assim, principalmente quando dependemos de outros para um projeto.
A coisa empaca, não sai do lugar.
E ficamos irritados, pondo a culpa em alguém, e nem vemos outras soluções.
Tá na hora de sentar e analisar!
Devagar e sempre também chegamos ao destino. E, com certeza, muito mais saudáveis e confiantes.

Os problemas existem para serem solucionados e não lamentados.
Enquanto ficamos sentados choramingando, muita coisa boa passa, a vida passa!
Então, o jeito é por a mão na massa.
Comece pelo começo. Se precisar, peça ajuda. Converse, se informe. Leia. Mas faça alguma coisa.
Temos pressa de que tudo se resolva rápido, mas tem coisas que precisam de tempo
para amadurecer.



Pensar, testar, avaliar.




Mas não deixe de agir! Não deixe de viver.



O melhor de tudo é poder olhar para trás e dizer que valeu a pena!












sábado, 28 de maio de 2011

Essa louca paixão!


Quando a pessoa se apaixona, mete as caras e vai!
A paixão é um sentimento tão avassalador, que se não cuidar, pode fazer estragos...
Uma pessoa apaixonada pode mover montanhas atrás daquilo que quer.

Paixão por música
Paixão por empreender
Paixão por viver
Paixão por aprender
Paixão por alguma coisa que o faça sentir vivo enquanto age!

Sou muito fácil de me apaixonar por coisas que me façam sentir ativa.
Se me chamam para ajudar em algo, vou com a maior alegria!
Mas tenho que acreditar naquilo! Tenho que ter certeza que é algo que me de satisfação em executar!
Sim, a diferença está aí: a Paixão e o Acreditar!


Quando acreditamos que aquilo nos dará prazer, vem a paixão em executar.
Será que a paixão acaba? Sim, pode acabar se no meio do caminho descobrir que não era exatamente como imaginou. Mas se o sonho ainda existe, ela poderá permanecer muito tempo, mesmo com todos os obstáculos que aparecerem.
E a paixão é feroz! Ela tem uma energia que nada enxerga, somente o seu ideal.
É difícil alguém que não goste de futebol se empenhar em jogar bem. Não é impossível,mas logo verá sinais de má vontade em tudo que fizer.
E se essa paixão vier a ser verdadeira, ela se transformará em amor. Será um amor pelo que faz, independente de remuneração. A cada passo mostrará em palavras e ações tudo que sabe em troca de um sorriso e a satisfação de ter feito.

Paixão é tudo ou nada.
Paixão quando envolve, ninguém segura!

Paixão que vira amor.

E amor... ah, o amor sim, é eterno.

sexta-feira, 27 de maio de 2011

E sorri!



Hoje vi esse carro na minha frente



あなたの笑顔が見たいから。


Porque eu quero ver o seu sorriso!




Li e sorri!

Quem resiste?

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Simples assim

Às vezes acontecem coisas que nos deixam pensando o por quê.

Já aconteceu de me sentir meio que excluída de algum acontecimento.
Uma sensação estranha de ter sido deixada de lado, de não terem me chamado para participar, de ficar do lado de fora sem ao menos ser informada do acontecimento.
É... dá aquela sensação de ser um joão-ninguém, um zero à esquerda...

Quando isso acontece, fico triste, meio até que revoltada, ou melhor dizendo: magoada.
É um buraco no peito, um vazio estranho.

Aí, páro para analisar e chego a conclusão de que eu não era tão importante para a pessoa. Mas a decepção maior é que a pessoa era importante para mim! E achava que era também.
Dou um tempo, afinal, reclamar ou tirar satisfações de uma coisa que a pessoa nem se lembrou de fazer é uma coisa sem fundamento.
Me afasto, me recolho à minha insignificante pessoa.

Mas logo acontecem coisas que me deixam feliz! Não tem mais nada a ver com o caso em si, mas só o fato da pessoa me ligar, mandar mensagens, se lembrar de mim por outros motivos tiram toda a imagem negativa que se fez.
E é nessa hora que vejo que agi certo em não ir lá, brigar, reclamar, tirar satisfações! De ter me calado e dar um tempo para que meu coração se acalmasse e entendesse que se não fui incluída, foi porque não era para mim!
E entender que a amizade, amor e carinho pelas pessoas não podem ser medidas por fatos que estão além da nossa compreensão.
Um dia essa pessoa verá que também poderei ser útil e colaborar, poderei ser uma boa companhia para juntos comemorar, poderei ser a pessoa ideal para aquele acontecimento.

E um dia deixarei de ter esse complexo de inferioridade (que já melhorou muito!) e poderei lidar melhor com esse sentimento que pode levar a perder o carinho de pessoas que realmente podem fazer a diferença em minha vida!

quarta-feira, 18 de maio de 2011

Número 100

Este é o post de número 100!



Pois é, cheguei até aqui.



Quando comecei a blogar, na verdade era apenas um cantinho para por meus pensamentos e reforçar escrevendo oque tenho aprendido, e para escrever, coisa que sempre gostei.
Começou devagarzinho, com assuntos sem nexo, mas que foi tomando formato aos pouco.
Na época não me importava em arrumar seguidores, nem receber comentários e tal.

Comecei a seguir um ou outro blog por afinidade, me vislumbrando cada vez mais com o capricho que muito tem com o seu cantinho. Assuntos variados, temas diversos.
E hoje tenho muitos seguidores, (não tanto como alguns amigos) e leitores que me deixam felizes a cada visita.

Nesse meio tempo, muitos assuntos, muita informação, muita música, muita foto, muita alegria, muito desabafo.




Obrigada a vocês pelo carinho nos comentários, espero que tenha sido útil em algo.
E espero vocês aqui sempre!

Beijos!

quarta-feira, 11 de maio de 2011

Relax Moment




Escolha duas músicas, do mesmo estilo, bem suave e relaxante.



Escolha um perfume agradável de óleo ou incenso.


Num lugar onde ninguém possa perturbar por um tempo, sente-se bem confortável.



Bem devagar,



Feche os olhos.



Ouça a música.



Pense em algo que te faça sentir alegria.



Respire len-ta-men-te.



Respire...



Sinta seu corpo.



Ouça seu coração batendo.



Ouça sua respiração



Sinta seu sangue correndo nas veias



Sinta os póros dilatando



Respire



Imagine um facho de luz enorme



Ande em direção à ela



Quando entrar nela, sinta a energia penetrar em seu corpo



Sentirá um calor acolhedor como num abraço envolvendo todo o seu ser




E quando a segunda música terminar, você abrirá os olhos



E sentirá a leveza, a paz.



E almejará um mundo de paz, felicidade e amor!



Se sentirá cheia de poder para conquistar o seu sonho!





segunda-feira, 9 de maio de 2011

Encontro de Twiteiros




Olá, Pessoal!

Um aviso para os twiteiros, blogueiros de plantão!

Dia 15 de Maio teremos um Encontro para reunir a galera e passar uma tarde descontraída com os twiteiros e blogueiros do Japão!

Será na churrascaria Tertúlia de Komaki (Aichi-ken), as 12:00hrs.



Criança até 5 anos não paga



de 6 a 11 anos - 780yenes



de 12 a 15anos - 1.680yenes




Adulto - 2.100yenes



Tudo com drink bar incluso.




Teremos sorteios/premios de 2 produtos oferecido pelo Shopping Nippon (1 para o Twiteiro e 1 para a Twiteira) e de 1 ingresso para o show da Avil Lavigne oferecido pelo @BellMart (@robertomartins) além de entretenimentos onde todos interagirão com brincadeiras diversas.
E o Cinema Brasil está oferecendo 3 DVDs para ser sorteado!!! DVDs com gosto de Brasil!

*1 lembrança de Okinawa oferecido por @Sol_Goto e @XANDAWJP que foram passar férias lá
*2 CDs e 2 ingressos para o show oferecido por @raphaelkoji do Standing Egg , grupos de bandas japonesas*1 livro oferecido por TantouBlog - *1 livro oferecido por @dinojapão -*1 banner publicitário oferecido por @leilãojp.* 2 brindes oferecido por @suriemu *Varios brindes oferecido por @Preda2005 da LDI Games e Joias (nao sei quantos...) *2 brindes oferecidos por @suriemu.


Eis a lista de prêmios:


1 produto do Shopping Nippon para O Twiteiro

1 produto do Shopping Nippon para A Twiteira

3 DVDs - Cartolao, Música para os olhos / Chame Gente-A historia do Trio Eletrico/Cheiro do Ralo ferecidos pelo Cinema Brasil

1 ingresso para o show da Avil Lavigne em Nagoya oferecido por @BellMart .

1 Lembrança de Okinawa oferecidos por @Sol_Goto e @XANDAWJP

2 CDs do Standing Egg oferecido por @raphaelkoji

2 ingressos para o show do Standing Egg oferecido por @raphaelkoji

1 livro- O Mercado Brasileiro no Japão Hoje oferecido por TantouBlog

1 livro - Facebook oferecido por @dinojapão

1 banner publicitário no site do Leilãojp oferecido por @leilãojp

2 brindes da Suriemu oferecido por @suriemu (um para os tuiteiros outro para as crianças)

Vários brindes da LDI Games e Jóias oferecido por @Preda2005 e @SilviaSatie (não tenho a quantia exata, mas sei que é muito)




A confirmação deverá ser feita até o dia 10 de Maio no Twiter com a tag #komakieuvou com @robertomartinsj ou aqui mesmo, no comentario.

Será um encontro inesquecível! Pois além da diversão, estar junto com os que nos acompanham pela telinha não tem preço!



Confirmados!

@a-mandyta (marido e filha)

@Abenightcafe (esposa)

@alexsantosjp (esposa)

@Amanaila (marido e 2 filhos)

@babyangel_larih

@Cecilia 1802

@ cissajapan

@CleeeeitoN

@DaniGimenes79 (esposa e filha)

@dinojapao

@djshinpa (+ convidado)

@EdisonMineki

@edson_xavier

@Eiji_Jp

@EliIvni

@Fabia_Lilloh

@Forth_Racing (esposa)

@gih_calicchio

@igaum_ms

@Fabis2Babi)

@mikan_ponkan

@yamryuu

@tutuShark

@LehouHelena_ (marido)

@lipe_noronha

@Makiyamanath

@Marlimnm

@mikan50

@portalmiejp

@RegisVerginio

@robertomartinsj

@Rogeriolima23 (esposa e filho)

@Seyzou

@Sohei_Toquio (+ convidado)

@Sol_Goto

@terrano31jp

@Wladivanski (2filhos)

@XANDAWJP

@kiyomiiwasaki (namorido)

@JokerNagoyaBar (convidado)

@vantg

@Rafa_Magrao (filho)

@Cris_Endo_japan (marido)

@sifodaman (esposa e filha)

@raphaelkoji

@hirodots

@eliasthiago_gt

@tomiochujo

@biraN_1981

@cah87duda



@sahritzz



@suriemu



@ruangoto



@cissajapan



@bibisJP



@minoru7111






Esse é o virtual virando real!




*não confirmados não participarão dos sorteios.



sexta-feira, 6 de maio de 2011

Se cuide!

Um dia falei para o meu filho de 13 anos que entrou na fase de reclamar: Filho, você gosta de estar perto de uma pessoa que vive de cara feia e só reclama? É gostoso ficar perto de alguém assim?
É claro que ele respondeu NÃO, né!

Diga-se de passagem: Ninguém gosta!
Uma vez ou outra, agente entende que está num dia ruim.
Mas todo dia a mesma pessoa reclamando... ai...cansa!

*A cabeça tá doendo* 
ok, vai lá e toma um remedinho. Aliás, almoçou? Comeu alguma coisa?
*Não*
Ah, ta, então, vai e come um pouco. Bebe bastante líquido, não, coca-cola desde o café da manhã não é saudável. Dormiu bem? Quantas horas?
*Aham, acho que umas 4 horas, não consegui dormir mais cedo, tanta coisa pra fazer...*
Ah, ta, as crianças?
*Não, não tenho filhos*
Olha, ficar no pc até altas horas é até gostoso, sabe. Mas precisa controlar pois seu corpo não aguenta!
*Não, ontem não fiquei tanto assim, liguei para o Brasil, falando com papai e mamãe, depois acordei mais cedo para fazer o mercado.*
Ah, sim, saudades né? Isso é bom! Mas precisava ser ontem no meio da semana? Ou mais cedo? Eles sabem que você trabalha, né? Você não faz compra para a semana?
*Sim, sabem. É que estava um pouco depressiva, e senti vontade de falar com eles...*
Deprê? De novo? Não superou ainda?
*Pois é... não sei, não entendo... Tava tão bem, mas foi só fulano aparecer...*
Poxa, e você não tava bem com o maridão? Não superou isso?
*Sim, estamos bem! Mas, sei lá... *
E quando essa depressão vem, você corre ligar para mamãe? Não acha que pode deixá-los preocupados?
*Eu sei...mas tenho tanta saudade deles...*
Mas afinal, deprê por que? Você tá precisando de algo? Não tem oque comer em casa? Sofre maltratos? Tem deficiência fisica que não consegue fazer algo?
*Nãooo... Nem sei explicar o por quê...*




Se nem você sabe....quem dera eu.
Saiba primeiro quem é você, veja bem seus atos, cuide-se primeiro.
Desse jeito, ninguém aguenta. E logo estará sozinha...

E digo mais: meu filho ainda está começando a transição para o mundo dos adultos, e ele tem se esforçado bastante! E me ouve sempre, principalmente quando dou exemplos fáceis para ele compreender como é chato certas atitudes. Pena que muitos adultos preferem ter dó de si mesmo e ficar se lamentando de tudo, desde a tal dorzinha de cabeça nosso de cada dia até dramalhões que criaram para si mesmo.E nem adianta falar, né!

Então... Cansa ver pessoas reclamando mas que não se cuidam! Tá mais que na cara que não se cuidam...
E não quero pegar essa *doença*, prefiro estar com pessoas alegres!

quinta-feira, 5 de maio de 2011

Somente isso.

Que seja feito a sua vontade!

Suas ações mostram quem você é.
Sua boca falam palavras mágicas.
Sua mente trabalha sem parar.

Sua meta será sempre seu sonho.
Seu sonho terá muitos frutos.
Sua vida brilha mais que as estrelas.

Seu pensamento vaga sem rumo.
Sua ida e vinda te faz perdido.
Seu rosto mostra cansaço.


Seu coração sorri.
Seu corpo não ouve.
Sua mente viaja.

Seu medo se sobressalta.
Sua vida se transforma.
Sem desejo sem sonho.

Saiba distinguir o bom e o ruim.
Saiba amar o seu eu.
Sinta todo o seu corpo.

Saia do abismo.
Sente-se no penhasco.
Sinta o horizonte.

Seja oque seu coração manda.
Sorria quando sentir alegria.
Suba no alto e grite sua felicidade.

Suas palavras tem o poder de mudar o mundo.
Seus gestos podem salvar muitos corações.
Sua vida muda se você mudar.


Sinta a cada minuto o amor.
Sinta a cada instante o desejo ardente.
Siga sempre sua meta, seu sonho.

Saia do quadrado!
Seja feliz!
Saiba amar!

Somente assim encontrará aquilo que procura!
Seja criança novamente.
Sonhe sempre para ter um motivo em sua vida!

Equilíbrio



Equilíbrio não se acha na lata de lixo...
Equilíbrio tem muito mais a ver com você mesma do que imagina.
E não adianta por culpa nos outros.

Quando a insatisfação toma conta de sua vida, algo vai mal. E até descobrir isso, muitos desentendimentos acontecem.
Enquanto a ação de alguém te afeta como se fosse algo proposital, algo está errado.

Você que vive dizendo: sou boazinha para todos, faço tudo por fulano, sou assim assado...me desculpe mas... deixem que achem isso de você!
Um sorriso vale ouro! Não tenha dúvidas. Uma boa ação vale muito mais que dinheiro. Sua companhia é imprecindível em certos momentos. Mas...ficar falando isso toda hora, ou então, fazer para depois jogar na cara é horrível.
Há momentos que parece que tudo que fizemos não valeu para nada. Nem um obrigado. Nem um sorriso de agradecimento.
Mas, você sabe que isso foi de valia para a pessoa, então, a sua parte já está feita. Ponto final, pedra em cima do assunto.

A busca da perfeição é o dilema do humano há milenios!
Se fossemos perfeitos, já estaríamos no céu, ou seriamos robos...

Já fui uma pessoa que só reclamava. Gente, isso cansa até agente!
Se quer mudar, ótimo! Se não...nada poderá ser feito.

Não adianta buscar em uma imagem de santo oque você mesma não consegue. Rezar, para mim, é a hora que você conversa consigo mesma. Dentro de cada um de nós existe um Deus, que na oração, você expõe seus problemas, chora, pergunta, pede, ouve sua própria voz. E quando termina, sente-se aliviada.
Muitas igrejas tiveram uma evolução enorme na maneira de chegar aos seus fiéis, e muitos sabem que essa é a hora que você se liga na mesma energia.
Oque mais queremos é o perdão.
Perdão por termos feito oque está fora das regras. Por termos xingado um amigo, por termos tido mau pensamento a respeito de fulano, por ter deixado de cumprir um compromisso, etc.
Pede perdão, mas na próxima missa está pedindo perdão de novo, provavelmente pelo mesmo *pecado*.
Evolução de cada um faz com que o entendimento seja mais fácil.


Quando amamos vemos tudo perfeito no parceiro! Ops, cuidado! Não se anule! Não saia por aí fazendo tudo para agradar, porque muitas vezes não está agradando, está sendo uma empregada.
Amar é o respeito pelo modo de ser de cada um. Viver junto não é fácil. Temos que nos acostumar com os costumes do parceiro(a), mas com certeza o mesmo está acontecendo o contrário. É claro, queremos parecer perfeita para eles, não é? Normal, pois você o vê assim, um deus.
Somos humanos. Queremos agradar a quem amamos. Queremos a companhia da pessoa que amamos. Sim, sim! Mas seja você mesma! Nem tente imitar novela, no final, vai se dar mal.


Como é difícil chegar ao equilíbrio...


Não ser menos nem demais.

Mas felizes os que ao menos tentam chegar a um ponto de entendimento. Aos que pensam em evoluir. Aos que procuram um sentido para a vida!

Estou à busca do meu. Pergunto, vejo, sinto, penso.

Um dia tudo isso vai servir para mim descobrir o motivo da minha jornada.



Este post está na coluna do Portal Nippon

domingo, 24 de abril de 2011

Nostalgia versão J-Pop

Hoje, fuçando o youtube, encontrei uns vídeos nostálgicos.
Dessa vez, músicas japonesas.
Na época, ainda no Brasil, minha mãe alugava uns vídeos da locadora japonesa de programas gravadas da tv japonesa.
Oque mais gostava era do programa Kouhaku Utagasen, que passa sempre no dia 31 de Dezembro com os destaques do ano, dividas em dois times, o branco e o vermelho. Uma competição entre cantores homens e mulheres.
E era através desse programa que conhecia os cantores japoneses.
Admirava a super produção nos cenários e coreografia, diferente dos programas que assistia na tv brasileira.

Esse primeiro vídeo é do ano de 1987.
Shounentai



Muitos deles ainda vivem no meio artísticos.

Mais um vídeo, não está disponível para o blog, mas poderá ver aqui.

Kondo Masahiko. Um dos meus ídolos.
Nesse programa, que premia os mais vendidos do ano, Kondo Masahiko chora. A princípio, imagina-se que seja devido à emoção da premiação, mas, no ano passado, vendo um programa de variedades onde ele era o convidado, mostrou a verdadeira história desse período. A mãe de Masahiko, uma verdadeira incentivadora do sonho dele, havia falecido há pouco tempo. Masahiko teve um sucesso tão grande, que, alguém de má fé, roubou os ossos do túmulo de sua mãe, fazendo chantagem para que ele desistisse de participar dessa premiação. Quando os produtores souberam, mesmo sabendo que ele poderia desistir, não hesitaram em contar-lhe, mesmo estando próximo ao dia da premiação.
Foi um momento de grande decisão para um jovem que ascendia ao sucesso: desistir da premiação e reaver os ossos de sua mãe querida, ou agarrar ao sonho onde sua mãe deu todo o apoio, que também era o sonho de sua mãe.
Imagine oque ele não tenha passado! Sim, ele escolheu participar! E, nesse breve discurso, ele diz que não imaginava que iria ganhar e não havia preparado nada para discursar. Pede desculpas em falar sobre coisas particulares e fala sobre a morte de sua mãe no ano anterior, e que nesse ano, mesmo com a tristeza, a todo custo se esforçou para seguir em frente. E que sua mãe estaria ali, junto, naquele momento, chorando também.

Quem imaginaria que por trás dessas lágrimas que deveriam ser de alegria, estaria uma história tão triste por trás? Afinal, com essa premiação, os ossos de sua mãe não voltariam...
E até esse programa que vi contando no ano passado, ainda não tinham voltado.

Após vir para o Japão, há uns 10 anos atrás outro grande hit de Matt (seu apelido), onde foi tema de novela.



Aqui, o comentário dele sobre estar entre a corrida e a música. Aliás, foi uma surpresa para mim saber que ele está nas pistas, descobri no blog do Rogério Lima num post sobre Festival Motor Sport 2010 em Odaiba .



Nakamori Akina também me trás boas lembranças!
Apesar de alguns problemas durante sua vida, incluindo a tentativa de suicído pela separação com Kondo Masahiko, ainda deixa boas recordações pelo seu estilo.

E por ai vai, os ídolos da juventude. Da minha juventude versão J-Pop!

quinta-feira, 21 de abril de 2011

Pré-Conceito

Engraçado como certas situações criam climas diversos, até mesmo enganosos.

Essa semana encontrei uma amiga, e, conversa vai conversa vem, ela relatou um caso que achei interessante postar.

Uma pessoa conhecida ficou indignada quando uma outra virou-lhe as costas após ter dirigido a palavra.
Ela não se conformou com isso, logo dizendo: Nossa, como tem gente mal-educada nesse mundo!

No dia não percebi. Só um clima meio estranho.
A que ficou indignada, começou a falar com a pessoa que estava sentada à sua frente de como as pessoas são preconceituosas!
Falava e não se conformava. Ficou bem chateada...óbvio né?

Mas, conheço as duas.
A personagem A, que ficou indignada com o preconceito,  é negra.
A personagem B, que virou as costas, não demonstrou nada que pudesse me chamar a atenção. Mesmo por que no dia nem percebi.

Como as duas já haviam se conhecido em uma reunião informal, nada como bater um papo descontraído. Normal.
Não, nem tão normal assim!

Eu tiro por mim. Conheço muitas pessoas há tempos! Mas algumas, somente agora, depois de 2 anos mais ou menos, é que tenho uma amizade a ponto de rir junto, comentar algo, beber junto o mesmo vinho, sentar na mesma mesa, chamar para ir em casa, para sair, para acampar, fofocar, combinar programas, olhar nos olhos sem nada dizer e saber oque está pensando.
Ou seja, não se conquista alguém em um ou dois encontros.(exceto certos namoros que já dão tudo oque tem).
O tempo vai mostrando quem você é.
O tempo vai mostrando quem ele ou ela é.
Afinidades existem. E isso aproxima as pessoas. Ou distancia.

Nem mesmo o carro mais caro, a roupa mais bonita, o perfume mais cheiroso conquista amigos se a personalidade da pessoa não entra em sintonia com a sua.

A personagem A disse que sofreu preconceito.


Conhecendo-a, digo que não foi esse o ponto!
Ela faz tudo certinho, faz de tudo para agradar as pessoas, faz de tudo para ajudar as pessoas e diz que só leva patada...e fala sempre o quanto é boa para todos. Aliás, fala muito, a ponto de prender você, não deixando espaço para outras pessoas se aproximarem. Monopoliza.

Para mim, ela mesma tem preconceito. Ela não gosta de ser negra. Ela se acha um peixe fora d'agua, nesse país de branquelos. Pessoas que fazem de tudo para agradar as pessoas que mal conhecem, normalmente estão buscando se mostrar, querem mostrar que são boas, sabem fazer isso ou aquilo, são super prestativas. Até demais!
E querem que os outros a vejam, querem que a elogiem, querem destaque, como filhos pedindo atenção dos pais. Carência. Ela ainda não se ama.
E com isso, cada gesto, cada situação que acontece desagradável, já coloca como sendo preconceito. Nesse caso, pelas próprias palavras de A, ela vive sofrendo preconceito, em todo lugar que vai.




                     **Um guerreiro da luz percebe que certos momentos se repetem.
                    Com frequência se vê diante dos mesmos problemas e situações que já havia enfrentado.
                    Então fica deprimido. Começa a pensar que é incapaz de progredir na vida, já que os  momentos difíceis estão de volta.

                  ¨Já passei por isso¨, ele reclama com seu coração.
                  ¨Realmente, você já passou¨, responde o coração. ¨Mas nunca ultrapassou¨.
                  O guerreiro então compreende que as experiências repetidas tem uma única finalidade: ensinar-lhe o que ainda não aprendeu.
                   Ele passa a procurar uma solução diferente para cada luta repetida - até que encontre a maneira de vencê-la. ** (Manual do Guerreiro da Luz- Paulo Coelho)




O trecho desse livro que li há anos atrás marcou muito. Se pararmos para pensar, realmente, quando conseguimos lidar com o problema, deixa de ser um problema. E aí passamos de fase. É como na escola, se não estudarmos para tal matéria, acabamos repetindo de ano por nota baixa.

Nesse caso, acho que ela tem que aprender a lidar com isso. Não é com palavras grosseiras que fará a B pedir desculpas,(se caso esse foi o fato),e sim com ações deverá mostrar que está enganada.
Por isso, o Pré-Conceito que a A faz de cada ação das pessoas à sua volta é que gerará o conceito.
Mesmo não conhecendo profundamente A, o pouco que tive contato me pareceu tudo isso...
E foi esse meu ponto de vista que passei para minha amiga. Ela acabou concordando, pois conhece A há mais tempo que eu.
Aconselhei-a que desse um tempo, deixar que acalmasse um pouco essa emoção negativa, que um dia isso tudo se esclarecerá. Experiência própria!

Todos nós temos conceitos pré-fabricados. Programinhas instalados em nossa mente desde a infância. Inclusive sobre nós mesmos! E é onde começam os preconceitos.
Isso pode ser reprogramado, afinal, somos feitos para ser feliz!


*esse post está na minha coluna do Portal Nippon*

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Cada cabeça uma sentença

Ultimas noticias sobre a usina.

@silviakikuchi
  *Em entrevista coletiva em Viena, secretário da AIEA, Denis Flory, explicou que apesar do Japão ter elevado nível do acidente nuclear para 7, o mecanismo do acidente de Fukushima e Chernobyl é diferente. Em um foi o próprio reator q explodiu. No outro não houve danos no núcleo. Flory disse tbm que os dados fornecidos pelo Japão são confiáveis e que o vazamento de radiação em Fukushima não chega a 10% de Chernobyl.*

Como fiquei feliz em ver isso no Twitter hoje!
Silvia Kikuchi trabalha na IPC , onde é repórter. Sigo-a há um bom tempo, e ela sempre faz um esforço danado para trazer notícias sobre oque está acontecendo desde o dia do terremoto. Noticias que ela lê nos jornais japoneses.

Oque ela mandou hoje veio confirmar que eu não errei em não me desesperar diante do que está acontecendo no Japão.
Ah, sim, moro longe da área de risco, todos sabem. Mas acha que isso não afeta de forma indireta a vida da gente?
Daqui para a frente é a questão.
Muitos ainda estão de folga em casa pois as fábricas não tem como fazer seus produtos por dependerem de fábricas que foram destruidas ou afetadas em Sendai. A Toyota é uma delas.
Direta ou indiretamente, isso vai trazer consequencias aqui para a região onde moro.
Isso é óbvio.

Muitos daqui dessa região foram embora... Medo da radiação... Culpam falta de informações...
Nessas horas dou graças a Deus por ter aprendido o nihongo!
Não sei muito, mas oque sei dá para entender oque falam nos canais de tv japones. Oque não entendo, pergunto para alguém ou para meus filhos pois às vezes usam palavras dificeis.

Morando há tanto tempo no Japão, aprendi que a responsabilidade de dar informações corretas é muito grande! Houve um caso de um jornal que teve que pedir desculpas em público por reportar incorretamente um caso há uns anos atrás.
Muitos criticam os médicos do Japão. Dizem que não prestam, dão remédio que não fazem efeito, não fazem nada...Aprendi que os médicos dão remédio para 3 a 5 dias, e na verdade, temos que voltar lá para pegar mais caso ainda não sare ou trocar caso não faça o efeito desejado. Porém, diferente do Brasil, no caso de erro médico, o hospital ou clínica pode até fechar, além do responsável ter que ir pedir desculpas em público e seu nome estar na lama...Porisso o cuidado ao fazer diagnósticos.
Muitos falam que japonês é mal-educado... Mas meus vizinhos são super simpáticos! Minhas crianças brincam com os filhos deles, converso sobre várias coisas, e vou aprendendo o modo japonês da politica de vizinhança. Na verdade, sinto até que eles ficam felizes quando dou bom dia.

E a noticia que a @silviakikuchi tuitou hoje vem em cima do que eu acreditei. Muitos falam do nível da radiação, igual a de Chernobil. Mas prestem atenção nos dois casos: um, pegou um povo totalmente desprevenido, continuou de forma a contaminar sem controle, enquanto o outro está sendo totalmente monitorando, além da área de risco já estar evacuado.
Hoje, o mundo se move para o ambientalismo. Ecológicamente correto. Preocupado com o planeta e o buraco na camada de ozônio. Você acha que as entidades mundiais não estão de olho?


Pense bem na responsabilidade disso tudo perante o país e o mundo! Será que o Japão teria coragem para mentir do jeito que os japoneses são respeitosos até com o próprio nome? Acho que não!

Aqui, um vídeo que a Silvia colocou no Twitter para quem perdeu na tv.




Cada cabeça, uma sentença. Velho e bom ditado!

terça-feira, 12 de abril de 2011

Comece pelo começo

Comece pelo começo. Comece começando!
Muitas vezes temos pressa do resultado e acabamos atropelando etapas importantes do início, e depois reclamamos do resultado.

Começar um curso para turmas de avançados achando que não precisamos da turma de novatos porque já sabemos muitas coisas acaba deixando para trás alguns detalhes importantes que trariam bons resultados no final.

Não adianta.
Temos pressa!
Nem tanto pelo diploma, mas chegar no resultado tão almejado.

Casar sem namorar? Até mesmo o namoro é um preparo para a vida a dois. Isso acontecia muito antigamente, na época imperial. Mas não funciona mais. Pensamentos diferentes, mulheres independentes, homens caseiros, estilos diferentes que vão viver sob o mesmo teto.

Começar pelo começo. Dar um passo de cada vez. Mas precisa ter o primeiro passo.
Não demore para começar, mas dê um passo de cada vez!

Os sonhos se concretizarão a medida que sua habilidade evoluir. E isso vem com a experiencia.

Muitas vezes nos empolgamos tanto que os detalhes vão ficando para trás. E nos perdemos no meio do caminnho, sem rumo.

Por mais que achamos que sabemos sobre o assunto, melhor começar pelo começo, sem pular etapas. No final, perceberá que há detalhes que você não sabia, e muitas coisas estão co-ligadas.


Até o próximo post!

sexta-feira, 1 de abril de 2011

Onde está?

Dizem que saudosista é aquele que vive do passado, relembrando e contando tudo que aconteceu em sua juventude.
Posso dizer que vivi num tempo em que as coisas ¨aconteceram¨, e que certas lembranças já estão fracas.
Diretas já, Michel Jackson, Heróis da Resistencia,caída do Muro de Berlin, Rock Nacional, Chernobil, e por aí vai.
Mas oque me vem às vezes é a adolescência. De vez em quando me lembro de ver tanta coisa ruim e querer fazer algo para mudar o mundo. Miséria, violência, injustiças...
E tem aquele lado, da paixão, do primeiro namorado, das baladas sem fim, amizades eternas.

Então me pergunto: onde foi parar tudo isso? Cade aquela garra para sair à luta em prol do que acreditava?Dos sonhos, das aventuras, do interesse em ver o mundo melhor?

Pois é...estão lá no fundo do baú!

Os anos vão passando, e quando vemos, muita coisa ficou para trás.
Só que...as coisas acontecem! E quando temos à nossa frente fatos e situações diversas, alguma coisa sai desse fundo do baú e nos tras de volta o sentimento que um dia nos fez grandes, heróis, fortes!

No caso do que houve com o Japão, senti que algo deveria ser feito. Nada pude fazer diretamente, confesso.
Mas oque vi foi a força maior da união. E quando estamos mesmo indiretamente ligados, algo sai de dentro de nós como se fossemos ainda adolescentes em plena atividade.

Então, vamos aproveitar o tempo para amar, viver, sentir, interagir!
Voltar a ser adolescente é impossível...Mas viver aquele sentimento, ah... isso com certeza podemos trazer de volta. Ter os brilhos nos olhos novamente.

Quem dera as coisas fossem diferentes, e que pudesse ser livre e voar por onde achasse melhor. Mas como não é possível,  podemos adaptar para a situação atual e viver bem!

Não deixe o adolescente que vive dentro de você morrer.
Eu estou resgatando. Houve dias em que sonhei, mesmo sabendo que não seria possível. E pude ver que ainda estou viva!

Correr atrás do que acredita começa pelo sonho de viver.


Bons sonhos!

quinta-feira, 31 de março de 2011

Enquanto não vem...

Enquanto a inspiração não vem, alguns posts não acabados estão dormindo no baú.
Para não perder o ritmo dos posts, alguma poucas palavras...

Aliás, nada melhor que um vídeo.
Hoje ensaiei na frente da webcam. Ai que desastre! rs.
Ainda vou postar um video meu, aguardem!

Enquanto não tenho nada para por aqui, escolhi um vídeo.



Bons tempos!!!


Até o próximo post!

domingo, 27 de março de 2011

Depois da Tempestade

Quando precisamos agir, não medimos força para fazer oque tem que ser feito.
Isso é certeza!
Imagine-se tendo que remar contra a maré para chegar à praia, pois no meio do mar não há como ficar para sempre.
Remaremos até o final sem pensar duas vezes, mesmo que o cansaço venha, pois o sol se vai e quando escurecer não haverá mais como se guiar. Usaremos toda nossa força para que consigamos o intento.
Pois é!

A força que achamos nessa hora vem de dentro não se sabe de onde.
Em qualquer situação de alerta teremos que agir sem pensar duas vezes.


E foi oque aconteceu nessas duas semanas pós-tsunami aqui no Japão.

Hoje, no Twitter,perguntava da saúde do @comediantonio que pegou uma forte gripe, e o @Preda2005 perguntou se não havíamos percebido que esse vírus apareceu depois do dia 11. E foi onde me toquei que era verdade. O Márcio dizia que todos estavam sensíveis, pois foi uma pressão muito forte durante esse tempo todo, e o *danado do vírus adora ficar grudadinho em quem tá assim*.

Há muito tempo já havia percebido essa força estranha que todos nós temos, e que quando tudo passa, vem o alívio, e quando ficamos aliviados por conseguir superar, o cansaço que aguentamos por todo o tempo vem à tona.

No caso do Japão, um pouco diferente, foram dias terríveis de apreensão, tristeza, medo, susto, misturado com compaixão, solidariedade, confiança.
Agora que a situação da Usina de Fukushima parece estar sob controle, apesar do perigo da radiação em várias áreas vizinhas, a tensão inicial deu uma aliviada. As imagens do terremoto e tsunami, que nos chocam ainda, já estão menos destacados na mídia.

E vem a parte que nos deixa sensivel, baixando um pouco a defesa que armamos no início, onde tentamos voltar à vida normal na medida do possível.

E é aí que vem o senhor Vírus, em forma de uma gripe, cansaço, dor de cabeça, dores no corpo, etc.
Não sei se há um nome para essa doença, mas sei que agora é hora de relaxar e viver dias de alegria.


Vale conversar com pessoas alegres, passear, viajar, escutar música, fazer oque dá prazer, ou seja, como disse o Márcio, férias!

Saiba distinguir esse sintoma para não te pegar de surpresa.

sábado, 26 de março de 2011

Sabendo, não vai faltar.

Logo após o terremoto, e pelo noticiário que vimos na tv, oque estava acontecendo nas regiões mais próximas era o esvaziamento de certos produtos da prateleira de mercados e lojas de conveniências.

Na corrida pela água nesses dias, faltando na prateleira do mercado, me deixou um pouco abismada.
Na região onde moro, não houve terremoto a ponto de faltar luz, comida, etc.
Mas como há a previsão de um grande terremoto batizado de Tokai para essa região, fez com que muitos acordassem e se preparassem depois do que aconteceu com Sendai.

Confesso que não corri para estocar água, mesmo tendo somente 2 garrafas de 2 litros.
Quando a água estava acabando em casa, na última garrafa, comentando com minha filha mais velha, e ela simplesmente me respondeu: Faz muguichá!  Respondi: é mesmo né?

Muguichá (麦茶)é muito feito aqui no Japão durante o verão. Chá de Cevada.

Já vi num programa que algumas escolas primárias tem esse chá na torneira durante o verão, para seus alunos.
O muguichá tem outras funções além  de matar a sede: combater o cansaço de verão. Costume antigo do Japão que dura até hoje, por suas propriedades.


E foi oque fizemos. Ferver a água, com o saquinho de chá que já vem ensacado, deixar esfriar e pronto!
Enchemos a garrafa de água vazia e depois de frio foi para a geladeira.




Várias marcas, vários modo de fazer. Tem até instantâneo, só dissolver na água.



 E tem os prontos. Em garrafas pet de 1500ml ou de 500 ml, fora os de caixinhas.


Enquanto houver àgua na torneira, tenho a opção de fazer esse chá.
Não tem água? Vai muguichá!
Antecipamos oque normalmente fazemos no Verão, quando sempre temos 2 garrafas desse chá na geladeira.

No caso de famílias que tem crianças menores de 2 anos, é recomendável o uso de água de garrafa, principalmente as que moram na região afetada pela Usina de Fukushima, no norte do Japão.

Ontem,vi no noticiário,a prefeitura da cidade de Hitachi em Ibaraki-ken, distribuiu para essas famílias que tem filhos menores de 2 anos, mediante a apresentação da caderneta da criança.

Então, deixo para quem realmente precisa enquanto tiver opção.


*imagens pego na internet.