quarta-feira, 24 de maio de 2017

De volta às origens!

E cá estamos, depois de 5 anos em outra plataforma, voltando para cá.
Onde tudo começou, né?
Apesar de nesses utlirmos 3 anos estar com uma certa dificuldade em escrever, mesmo tentando tantas fórmulas que busquei pela internet, a inspiração realmente travou... nada fazia com que eu escrevesse fluidamente, sabe?
As últimas tentativas ficaram em texto bem no estilo ¨entendedores entenderão¨, sem muito resultado.
Ah, amigos deram dicas sim, esses queridos que sempre me incentivam.
Bom, ainda não estou como antes. Ah, claro, nada será como antes. Mas já é um começo, né?
Enquanto não decido como fazer para voltar para outra plataforma/domínio essas coisas, postarei por aqui no antigo estilo de pensamentos aleatórios do que vejo pelo mundo.

Sabe, estudar demais acaba te limitando... não existe fórmula que funcione para todos, né?

Quem for querer conhecer o blog, certamente me conhecerá da época. Muita coisa mudou desde então.
Para isso, pretendo postar com mais regularidade, espero ter a sua visita por aqui!

Até a próxima! ^^



terça-feira, 22 de novembro de 2011

Essa tal felicidade

Quem nunca achou que se no passado fosse assim, hoje estaria assado?
Lembrar do passado e ver que fez várias burradas, que deixou de fazer muita coisa, que pensava errado sobre alguns conceitos, que magoou alguém querido, que poderia ter feito melhor... e assim vai.
Mas todos sabem que hoje somos assim porque aprendemos (cedo ou tarde) o que poderia ter aprendido de modo diferente.
Nem sempre tive orientações sobre várias coisas, e se não fosse a minha curiosidade natural, ainda estaria naquela vidinha. Até ja pensei que, talvez tivesse sido melhor...

Mas o passado se foi, o presente vive, eu vivo.
Dou graças por ter conseguido enxergar várias coisas, aprendido muitas outras.
Nem adianta dizer que hoje sou o que sou por ter passado pelo que passei e vivi, todos sabem disso.
Sempre nos deparamos com situações que nos põe à prova.
Mas, o ser humano está sempre em busca de algo, que parece tão longe, tão intocável...e sofre.

Sofre por buscar a tal dona FELICIDADE, sempre!
E onde será que está?
Enquanto uns desfazem de coisas e valores, outros mendigam.
Afinal, o que é felicidade?

Estar em paz consigo mesma já é uma felicidade enorme.
Muitos dos problemas começam quando pensamos demais em coisas que estão fora do nosso alcance e nem sequer lutamos para conseguir.
Felicidade é um Amor Eterno? Nossa, mas se nem você se aguenta...imagine o parceiro!
É ter roupas de marca? Se você tem cacife para bancar, parabéns!
É viajar pelo mundo afora? Mal sabe falar português, vai se expressar com mímicas?

No fundo, uma coisa puxa a outra. Dinheiro não tras felicidade, mas preocupar demais com as contas acaba com qualquer relacionamento amoroso. Andar bem vestida nem sempre quer dizer metidez, pois é muito mais agradável estar perto de alguém que esteja arrumadinho do que um relaxado e descabeado. Saber conversar vários assuntos atrai pessoas mais interessantes do que ficar só na fofoca da vida alheia, e isso não quer dizer ser formado e doutorado, apenas ter um pouco de cultura. Ter metas te faz uma pessoa com disciplinas, e não um chato.

Enfim...felicidade... é estar bem com o Universo. O resto...é consequencia!






segunda-feira, 21 de novembro de 2011

Arrecadação de Inverno




            O Núcleo Espírita Cristão do Japão continua a campanha de arrecadação de itens que compõem o Kit de Inverno a ser distribuído aos mais necessitados que vivem nas ruas de Nagoya. 

Os itens são: 


-Gorro 
-Par de Luvas 
-Par de meias 
-Cachecol 
*obs: somente esses ítens.


           Estes itens são encontrados em lojas de 100 ienes e podem ser entregues pessoalmente no dias de trabalho no NEC ou então serem enviados por takyubin. 




          O endereço para envio é este: 


509-5142 
Gifu-ken Toki-shi 
Izumi-cho Kujiri 616-14 
Kanei Biru 1F. 



 Favor marcar a entrega para os seguintes dias e horários: 


domingos, das 7 as 15h; 
2ªs, 4ª e 6ªs feiras, das 19h as 20h30; 
2º e 4º sábado do mes, das 7h ao meio-dia.


Obrigado a todos! 


Obs.: Além dessa campanha, o NEC tem também o DIA DO SOPÃO, que também necessita doações e é feito por voluntários para os necessitados de Nagoya. 
Se informe! 









quinta-feira, 27 de outubro de 2011

Pensando por esse lado...

No caminho para casa, pensando com meus botões, veio na cabeça uma frase: #Perdi $$$$ por isso, por aquilo#. Fala-se muito quando algo não deu certo (um bico aqui, um negocinho ali) e o dinheiro não entrou. Numa dessas, um amigo disse: Você não perdeu porque você não tinha, você DEIXOU de ganhar! É diferente!
Realmente, pensando desse lado...rs.

Em se tratando de perder, você tem que ter esse algo para perder (se quiser perder).
É a teoria do copo meio cheio, meio vazio.

quarta-feira, 26 de outubro de 2011

Você sabe o que é Distimia?


Tempos modernos, doenças novas?
Há doenças que sempre existiram e, diga-se de passagem, sobrevivemos.
E hoje existem novos remédios e técnicas.
Não conhecia nem a palavra, muito menos a doença. Ouvi na rádio e achei que seria interessante colocar, pois pode ser confundida com outra doença.


Conforme o Wikipédia:

O paciente com distimia apresenta baixa ou nenhuma auto-estima; sente-se desmotivado; possui uma constante falta de esperança e sentimento de negatividade; desinteresse ou perda do prazer pela maioria das suas atividades, ou perde totalmente o interesse em todas elas (dificuldade em aproveitar o lado bom da vida)[9]; tem insônia ou dorme excessivamente; apresenta perda de apetite ou alimentação exagerada; isolamento, poucos amigos e vida social limitada;[10] sentimento de rejeição pelos outros; sentimento de falta de capacidade;[11] irritabilidade; e/ou descontentamento. O paciente também pode apresentar pensamentos suicidas[8], tendência para consumir drogas, álcool, e tabaco, aumentando a freqüência e a quantidade consumida destas substâncias se já as utilizar;[carece de fontes?] há ainda chances de sonhar com a causa da depressão repetidamente.[carece de fontes?]

Vale ressaltar que apesar de o paciente sentir todos ou alguns destes sintomas, a distimia não impede que ele continue vivendo sua vida normalmente (ou seja, ir ao emprego, a faculdade, etc...), porém, percebe-se que pessoas distimicas reclamam demais[12], tem um estilo de pensamento negativista, tendência ao pessimismo, sensação de que nada pode ajudar e possuem relutância em fazer alguma coisa para mudar certas realidades indesejadas.

A distimia manifesta-se na maioria das vezes em jovens abaixo dos 25 anos, em sua maioria solteiros. Sua incidência é maior nas mulheres.[13]

A distimia pode ser confundido com o transtorno de personalidade dependente e com outros transtornos de humor pela semelhança dos sintomas. Segundo Spanemberg, cerca de 50% dos pacientes não serão reconhecidos e cerca de 77% vai apresentar comorbidades.(Wikipédia)

A distimia é diferente da depressão.
Sabendo dos sintomas, é claro que sozinho não sara, mas já é um passo para saber o que acontece consigo e procurar ajuda.

Caso queira mais informações, consulte um psicólogo.

terça-feira, 25 de outubro de 2011

Pensando

Antes mesmo de sua morte, eu já havia separado esse vídeo para um post.




Antes da morte de Steve Jobs, esse vídeo começou a rodar no facebook, e, mesmo sendo compartilhado por milhares, achei que seria um ótimo exemplo para o post.

O que me chamou a atenção foi saber que, mesmo ele não tendo um diploma universitário, ele não deixou de ser um gênio.

Fico mais feliz ao ver que muitas pessoas fantásticas e geniais que fizeram a história da humanidade foram especiais não porque frequentaram uma faculdade. Foram especiais para o mundo por serem geniais! E alguns até foram taxados de anormais... Eles simplesmente pesquisaram, fizeram aquilo que acreditavam.

Isso alivia um pouco o meu ressentimento de não ter ido para uma faculdade, até mesmo de não saber ingles...

De volta às origens!

E cá estamos, depois de 5 anos em outra plataforma, voltando para cá. Onde tudo começou, né? Apesar de nesses utlirmos 3 anos estar com um...