sexta-feira, 28 de janeiro de 2011

Assim ou assado

Inveja boa, será que existe?
Já usei muito esse termo, mas cheguei a conclusão que inveja é inveja. É quando você vê algo e desperta um certo sentimento de ciúmes misturado com decepção e raiva. Mas quando não é isso que sentimos quando vemos alguém melhor que agente, então oque seria?
Pensando sobre isso, descobri que a palavra certa é ADMIRO!
E por que não admirar o dom das pessoas à sua volta? Admirar o jeito da pessoa, o estilo, o modo de fazer as coisas acontecerem, os gestos, o pensamento.

E quando admiramos alguém, nada melhor que tê-la como um exemplo a ser seguido. e é isso que temos vontade de fazer: de elogiar, de ser igual, de querer estar perto e compartilhar.
E bons exemplos sempre teremos perto de nós, com certeza! Você pode estar sendo admirada também. Você pode estar sendo um exemplo para alguém. Você pode estar sendo um modelo para alguém.
Espero que realmente seja admiração, pois se for o contrário, a pessoa não ganhará nada com isso. E nem eu.

A energia que cada um de nós emitimos ao universo é tão poderoso, que se você souber reconhecer que é admiração oque sente, muita coisa à sua volta pode mudar!
Pelo menos, não ficará carrancudo, resmungando e olhando de atravessado uma situação que muitas vezes está longe de seu controle.

Admire muito! Olhe à sua volta e veja quanta beleza há por trás de alguns atos inexplicáveis. E verá que a cena mudará totalmente de cor, do negro para o colorido.

E se você chegou ao ponto de distinguir oque você sente, então, já deu um grande passo! E converta tudo em admiração! Quem sai ganhando é você!

quinta-feira, 27 de janeiro de 2011

agradecer!

E dizer que tudo acontece quando tem que acontecer, e com certeza, Deus está presente em todas as horas!
Tudo se confirma quando as coisas se encaixam e nunca ficamos na mão, pois algo acontece e suas preocupações se desmancham como fumaça.
E foi oque aconteceu hoje!
Obrigada!

terça-feira, 25 de janeiro de 2011

Olhos para ver

Percebi que falo muito, e que são poucos que me ouvem e muito menos os que me entendem...
Percebi que observo demais, para saber oque falar ou agir na hora certa, mas que nunca me perguntam ou as oportunidades não aparecem.
Percebi que penso demais, e que muitas vezes a minha cabeça imagina coisas que crescem a ponto de se transformarem em medo de algo inexistente.
Percebi que ando mórbida, mas das vezes em que me mexi e me empolguei, um balde de agua gelada foi jogada em minha cabeça, me deixando sem ação.
Percebi que ainda há tempo para realizações, mesmo tendo tantos jovens ao meu redor fazendo as coisas acontecerem.
Percebi que tenho coisas que muitos não tem, e são coisas tão comuns que qualquer um pode ter mas não tem.
Percebi que certas coisas valem a pena enquanto que para muitos nem sabem o significado.
Percebi que sou capaz de muitas coisas que não estão escritos em qualquer livro de aptidão, mas são notáveis pela capacidade de conseguir executar.
Percebi que a motivação maior está no sonho, o sonho de deixar um legado.
Percebi que o tempo passa, e rápido, mas nunca é tarde.
Percebi que não vale a pena ficar irritada por coisas que ninguém liga, ou, se liga,é pelo lado errado.
Percebi que é bom ter exemplos, modelos,ídolos para se espelhar e melhorar, não imitar para ocupar um lugar que não lhe pertence.
Todos temos nosso lugar, nossa hora de brilhar, nosso sonho, nosso amor, nosso desejo, nossa vontade, nossa semelhança, nossa vida. E não somos robos. Somos diferentes um do outro. Ainda bem!

terça-feira, 18 de janeiro de 2011

Nada a postar

Pois é, hoje iria postar um assunto, que no final se foi pois fiquei passeando para matar a saudade dos blogs amigos e acabou-se o tempo.
Como faz um bom tempo que não posto, resolvi deixar somente esse recadinho. Tenho alguns textos guardados mas que precisa de uns retoques e arranjos e está ficando para tras...rs.
Obrigada a todos que tem me visitado e desculpe a ausencia!
Beijos