domingo, 24 de abril de 2011

Nostalgia versão J-Pop

Hoje, fuçando o youtube, encontrei uns vídeos nostálgicos.
Dessa vez, músicas japonesas.
Na época, ainda no Brasil, minha mãe alugava uns vídeos da locadora japonesa de programas gravadas da tv japonesa.
Oque mais gostava era do programa Kouhaku Utagasen, que passa sempre no dia 31 de Dezembro com os destaques do ano, dividas em dois times, o branco e o vermelho. Uma competição entre cantores homens e mulheres.
E era através desse programa que conhecia os cantores japoneses.
Admirava a super produção nos cenários e coreografia, diferente dos programas que assistia na tv brasileira.

Esse primeiro vídeo é do ano de 1987.
Shounentai



Muitos deles ainda vivem no meio artísticos.

Mais um vídeo, não está disponível para o blog, mas poderá ver aqui.

Kondo Masahiko. Um dos meus ídolos.
Nesse programa, que premia os mais vendidos do ano, Kondo Masahiko chora. A princípio, imagina-se que seja devido à emoção da premiação, mas, no ano passado, vendo um programa de variedades onde ele era o convidado, mostrou a verdadeira história desse período. A mãe de Masahiko, uma verdadeira incentivadora do sonho dele, havia falecido há pouco tempo. Masahiko teve um sucesso tão grande, que, alguém de má fé, roubou os ossos do túmulo de sua mãe, fazendo chantagem para que ele desistisse de participar dessa premiação. Quando os produtores souberam, mesmo sabendo que ele poderia desistir, não hesitaram em contar-lhe, mesmo estando próximo ao dia da premiação.
Foi um momento de grande decisão para um jovem que ascendia ao sucesso: desistir da premiação e reaver os ossos de sua mãe querida, ou agarrar ao sonho onde sua mãe deu todo o apoio, que também era o sonho de sua mãe.
Imagine oque ele não tenha passado! Sim, ele escolheu participar! E, nesse breve discurso, ele diz que não imaginava que iria ganhar e não havia preparado nada para discursar. Pede desculpas em falar sobre coisas particulares e fala sobre a morte de sua mãe no ano anterior, e que nesse ano, mesmo com a tristeza, a todo custo se esforçou para seguir em frente. E que sua mãe estaria ali, junto, naquele momento, chorando também.

Quem imaginaria que por trás dessas lágrimas que deveriam ser de alegria, estaria uma história tão triste por trás? Afinal, com essa premiação, os ossos de sua mãe não voltariam...
E até esse programa que vi contando no ano passado, ainda não tinham voltado.

Após vir para o Japão, há uns 10 anos atrás outro grande hit de Matt (seu apelido), onde foi tema de novela.



Aqui, o comentário dele sobre estar entre a corrida e a música. Aliás, foi uma surpresa para mim saber que ele está nas pistas, descobri no blog do Rogério Lima num post sobre Festival Motor Sport 2010 em Odaiba .



Nakamori Akina também me trás boas lembranças!
Apesar de alguns problemas durante sua vida, incluindo a tentativa de suicído pela separação com Kondo Masahiko, ainda deixa boas recordações pelo seu estilo.

E por ai vai, os ídolos da juventude. Da minha juventude versão J-Pop!

4 comentários:

  1. Oi Eli, tudo bem? Nossa, esses voce foi desenterrar mesmo da nossa memória! Shonentai ultimamente faz mais apresentações de teatro (o PlayZone), mas quem mais se destaca é o Higashiyama Noriyuki, que faz novelas tambem.
    Matchy ainda continua sendo o eterno "senpai" dos Johnny's. Não sabia desse fato que aconteceu com ele antes do Record Taisho (sabia que a mae havia falecido, mas nao sabia essa outra parte!). Felizmente ele teve coragem e foi adiante. So o que muitos não gostaram foi ter sido um dos protagonistas do quase suicidio da Nakamori, na época.
    Gostei do artigo!
    Beijao!

    ResponderExcluir
  2. Boa Eli, a história do Kondo san é emocionante, eu também não sabia do caso da mãe dele até você me avisar sobre a reportagem que estava passando na TV, ele sofreu muito naquele dia, muito bem lembrado aqui...

    Parabéns pela postagem, recordar é viver...

    Abraços

    ResponderExcluir
  3. Gente,
    ate eu era criancinha na epoca do shonentai kkkkk
    e o triangulo Akina x Mach x Seiko(ela era o terceiro pilar ne?) eu nao entendia mto pq era mto pra minha cabeca infantil kkkkk

    ResponderExcluir
  4. Que belo post Eli! Sempre gostei de jpop desde pequeno e toda semana ia na locadora japonesa alugar o hey!hey!hey! e o music station. Naquela época era muito fã de Zard e Noriko Sakai. O Kondo e a Akina não conhecia...
    Abração!

    ResponderExcluir

Fico feliz em compartilhar meus pensamentos com vocês.
Obrigada por deixar seu comentário!