domingo, 22 de agosto de 2010

Eu!



Quem quiser ouvir que ouça, essa sou eu!




Algumas coisas não tem como engolir!




Não me venha com ar de boazinha, não estou acostumada a receber paparicagem.


Não pergunte minha opinião porque sei que nada valem.


Não fique dando de boazinha na minha frente, pois meu sexto sentido diz que há falsidade atrás disso tudo.


Não sei fazer nada que possa agradar as pessoas, dar o ¨sabisu¨ para me mostrar boazinha e prestativa.


Não adianta querer fazer com que me sinta importante, pois ao contrário, vai me fazer sentir uma perfeita idiota.


Não queira se mostrar me fazendo de líder porque sou grossa e direta e gosto que minhas idéias sejam seguidas à risca.


Não queira se mostrar na minha frente.


Nem seja ridículo me dando indiretas e cutucadas.


Não faça coisas que eu desconfie que está sendo feito pelas minhas costas.






Meu jeito direto e sincero aparece na cara.


Preciso me segurar para não dar uma de grossa.




Minha empolgação quando é grande, me dedico demais! Ajudo, colaboro, faço a minha parte e muito mais.




Mas quando sinto traída,desconfiada...nessa hora melhor me deixar sozinha!


Não pergunte nada, não me dirija a palavra, não venha com ar de samaritano.


Nessa hora a decepção e a raiva se misturam e viram um monstro difícil de segurar.


E faço ouvir meus berros!




E ai daquele que me cutuca com indiretas!!!


Com certeza vou emitir tanto veneno (com minha raiva) que levarei tempo para superar.




Meu pé no chão de virginiana não deixa com que eu sinta a leveza. Me faz muito realista.


Não deixa que me sinta uma vencedora no silencio.


Não deixa que eu sorria nessa hora.






Mas tenha certeza: estou treinando, treinando!




Uma vez, num cursinho da igreja católica onde batizamos nossa filha, a irmã Mori disse: nessa hora é porque olhamos no espelho e não gostamos de ver a nossa própria imagem.


E isso me fez pensar sempre que tem razão.


O espelho é algo que nos miramos para ver a nossa própria imagem. E quando não gostamos, encontramos várias desculpas e defeitos.




Quando gostamos da pessoa, é fácil sorrir!


É fácil agradar, ajudar, ouvir...




Há horas em que temos que enfrentar de frente e reavaliar nosso conceito sobre a pessoa.


Já consegui várias vezes. Foi bom ter me segurado e não ter sido grossa naquele momento.


Afinal, podemos ter a primeira impressão da pessoa erroneamente e nisso acabamos magoando a pessoa de uma certa forma que não tem como corrigir, por mais que tentemos.




Porisso sempre dou um tempo. E lembro sempre que posso estar olhando no espelho! Posso estar fazendo a mesma coisa. Posso estar sendo exatamente como fulano.




E se tenho essa impressão das pessoas, por que não terem de mim?




Sorrir é o primeiro caminho.


Mesmo sendo difícil, pelo menos estou treinando.


Escuto, converso, dou atenção.


Seria mais fácil me afastar, mas estaria fugindo.


E tento entender oque há de errado comigo.


E deixo o tempo para que me mostre a verdade.




Agradeço sempre por novos amigos lembrarem de mim.


Afinal, eu sendo um João Ninguém, oque teria para oferecer senão amizade e carinho?




Mas pode ter certeza que melhorei muito nesses últimos anos.


E oque tiver que aprender, será dado por Deus a experiência necessária para lapidar o diamante que existe em mim.


E quanto mais fujo, pior para mim mesma.


Nessa hora exemplos de amigos é muito importante.


Então, vou mais é enfrentar de frente, analisar meus sentimentos e superar essa experiência.












Um comentário:

  1. Eli!
    Amei suas palavras.
    Por exemplo com meu marido: muitas vezes no inicio do casamento eu sempre criticava algumas coisas queele fazia que eu nao gostava e depois deum tempo me pegava fazendo a mesma coisa. Aí pensei, porque o critico se tb erro????

    Vamos pensar nisso!!!
    Adorei!!!!!

    Amiga, to participando de um concurso de foto neste link, dá uma olhadinha!
    Mas a votação só vai valer se você clicar no nome da pessoa na enquete na coluna lateral do blog tá? Beijos!!!!

    http://trocandoideiasespacomulher.blogspot.com/2010/08/primeira-votacao.html

    ResponderExcluir

Fico feliz em compartilhar meus pensamentos com vocês.
Obrigada por deixar seu comentário!