sábado, 12 de março de 2011

Do cėu ao inferno

Hoje, 11 de março de 2011, sexta feira.
Como sempre, levanto e desço para mais um dia de rotina. Preparar o café para as crianças ,acordá-los e despachar para a escola. O tempo nublado, frio ainda.
Um dia em que me encontrava super bem logo cedo, sexta-feira, e um certo ar de especial no dia.
Ao sair de casa, vi que começava a chuviscar, e grata pelas crianças terem levado o guarda-chuva.
Ao entrar no carro, percebo que não é uma simples chuva... Era neve! Sim, em Março, neve! Estava fraquinho, mas até chegar ao serviço, engrossou e não acreditei!
Detalhe: não gosto de inverno! Adoro praia e não vejo a hora do verão chegar!
A parte da manhã foi tranqüila e gostosa. Mas, não sei por que cargas d'água, uma certa apreensão após o almoço.
Já de volta ao serviço, lá pelas 3 da tarde, o colega de serviço pergunta se senti o tremor. Não, nao senti nada! Ele dizia q foi leve, como uma tonturinha.
Corri para o twitter e lá vi que realmente estava acontecendo!
Procurei na internet mas não consegui até que mandaram um link da NHK World onde mostrava o inicio do tsunami! Fiquei estática !
Enquanto isso no twitter pude acompanhar os amigos que moram em Tóquio e saber como estavam.

As imagens eram inacreditáveis !
Os companheiros de Serviço ligavam seus celulares que tem tv para saber detalhes.
O pior de tudo isso é quando não temos notícias de pessoas queridas! Imagine quem tem parentes lá.
Notícias controversas aparecem de monte e acabamos como bobos, sem noção exata de como estão as coisas.
Tóquio não foi atingida pelo tsunami, mas os tremores não foram poucos! Um atras do outro.
Entre tuitadas daqui e dali, percebi a movimentação que havia quando alguns eram obrigados a ir para o refugio de emergência, oque deixava tudo mais sinistro ainda.
E nessa, deu para perceber a força do network onde pode ajudar muito na hora do pânico, com notícias de parentes e amigos.
Muitos tiveram que dormir fora de casa, deixando sua própria família por não ter como voltar para casa. Os trens e metrôs pararam, e quando isso acontece em uma metrópole como Tóquio, a cidade pára! Pior é que ainda estamos no final do inverno. Alguns tiveram sorte de ir para casa de amigos que moram perto, outros, menos sorte, dormiram em locais públicos, se acomodando com papelões nesse frio. O celular estava congestionadissimo. E-mail voltavam, alias, nem iam... Apenas a internet continuava fluindo bem, e foi onde pedia-se para não utilizar o celular, para que descongestionasse para as emergências.
Sentia um certo pavor ao ver as imagens pela tv, e imaginava como estariam os amigos que estavam dentro da situação.
Os refúgios foram muito utilizados! Vários alertas foram dados para correrem aos abrigos. Uma amiga comentou pelo twitter que foram muito atenciosos com ela e a família! Não sei se existe treinamento para tal, pois todo ano muda a diretoria do bairro, pode ser que seja pela prefeitura.
A noite, ainda com muitas imagens da tv e informações do twitter, devo ter ficado impressionada, e não me sentia legal.


Dia seguinte-sábado

Hoje, após um dia cheio de surpresas, aos poucos voltando ao normal para as áreas menos atingida. Em Tóquio, os trens começaram a circular aos poucos. A estação Shibuya parecia um formigueiro! Todos querendo voltar para casa. Uma amiga comentou que levou horas para chegar em casa, quando o normal seria uns 45 minutos.
Vai demorar para que tudo volte ao normal, e principalmente para que passe o trauma, o susto desse dia para muitos!

Do céu ao inferno... Um dia feliz que termina em tragédia.

Moro em Gifu-ken, fica longe do local da tragédia.
Ps.: o twitter, Facebook foi uma grande ferramenta para informações em tempo real!


Aqui, o blog do Ale  onde está sendo atualizado constantemente sobre oque ocorre desde sexta-feira.

3 comentários:

  1. Legal sua postagem, esclarecedora para muitos ! Agora é aguardar o andamento deste triste episódio, que até parece um filme, mas é real...

    Abraços

    ResponderExcluir
  2. muito bom Eli...estou concluindo meu post hoje...

    ResponderExcluir
  3. Fico mais tranquiloo ao ver seu cometario minha tia mora ai em gifu mas nao conseguimos falar com ela aindaaa.... mas percebi pelo q vc escreveu q a cidade nao foi afetadaa agora aguardamos retorno dela!! valewww

    ResponderExcluir

Fico feliz em compartilhar meus pensamentos com vocês.
Obrigada por deixar seu comentário!